zoom_out_map
(Foto: Reprodução)

Empresa oferece 1.300 vagas de emprego, no Pará

Quinta-Feira, 22/09/2016, 09:16:24 - Atualizado em 22/09/2016, 12:01:48

Especialista no ramo de varejo e atacado, o Grupo Mateus, com sede no Maranhão, abriu dois processos seletivos para contratar 1.300 pessoas no Pará. As vagas são para as lojas de Belém, Castanhal e Altamira, nas unidades que serão inauguradas na 1ª quinzena de dezembro deste ano. Os interessados para as vagas em Belém e Castanhal devem cadastrar seus currículos no site www.grupomateus.com.br/curriculo. Segundo a empresa, as entrevistas serão realizadas em setembro e outubro. 

Os pretendentes às vagas devem esperar uma convocação do setor de Recursos Humanos para entrevistas. Os salários não foram divulgados pelo grupo. São 800 vagas para Belém e Castanhal, e outras 500 para Altamira. Para efetuar o cadastro, o candidato deve informar seus dados pessoais, formação e experiência profissional. Já para quem mora em Altamira, basta comparecer à Escola Técnica Residência Saúde, que fica localizada na Rua Sem Saída. Segundo a empresa, não é necessário ter experiência comprovada na carteira de trabalho. Os currículos serão triados e aqueles que se encaixarem no perfil serão chamados para uma entrevista presencial.

ESTRUTURA

O Grupo Mateus tem 51 empreendimentos no Maranhão, Pará e Tocantins, e emprega, atualmente, cerca de 20 mil pessoas. A empresa tem, ainda, duas lojas em Marabá e uma em Parauapebas. É a 21ª maior empresa do ramo de varejos do País. Em Belém, vai ocupar dois espaços em que funcionavam lojas do Grupo Y. Yamada. Três lojas serão repassadas, duas delas em Belém - e que hoje atuam com o conceito de plaza - e outra em Castanhal. A Yamada, por sua vez, pretende superar a crise econômica e focar mais nas vendas de atacado.

números

800
Quantidade de vagas ofertadas em Belém e Castanhal. Para os cargos de: operador de caixa, embalador, fiscal de caixa, cozinheiro, pizzaiolo, balconista de padaria, forneiro, açougueiro, peixeiro, repositor, auxiliar de depósito, conferente, operador de empilhadeira, auxiliar de serviços gerais, auxiliar de CPD, cartazista, fiscal de prevenção de perdas e promotor de vendas

500
Total de vagas para Altamira para ocupar os mesmos cargos oferecidos em Belém e Castanhal.

DICAS

4 erros para evitar no seu currículo

  •  Não resuma demais sua experiência

 

Esse é um erro bem comum, principalmente quando o profissional fica preocupado demais em concentrar o currículo em uma folha. É preciso deixar claro quais foram as suas atividades e experiência, de preferência em tópicos.

  • Não omita informações

Qualquer coisa que não faça muito sentido no seu currículo pode gerar desconfiança no recrutador. Por exemplo, se você tentar omitir uma experiência de trabalho negativa, sobre a qual prefere não falar, ou se quiser disfarçar um longo período em que ficou desempregado, é possível que o tiro saia pela culatra e o foco da entrevista acabe se tornando exatamente o oposto do que você estava pretendendo. A dica, então, é deixar tudo esclarecido.

  • Não minta seu cargo

Mais um erro comum: colocar no currículo um cargo acima do que você exerceu de fato em uma empresa. Algumas pessoas passam quatro anos no cargo de coordenador e apenas três meses como gerente, mas, no currículo, dão a entender que ocuparam o cargo mais alto por todo o período. Se você ficou só três meses como gerente, precisa explicar o período de cada cargo adequadamente.

  • Não supervalorize a sua formação

No currículo, não vale dizer apenas “formado em 2015”, sem esclarecer o curso que você fez e a instituição em que estudou. É verdade, sim, que muitas empresas exigem candidatos com a tal “formação de primeira linha”. Isso significa que elas querem no processo seletivo apenas profissionais que cursaram faculdades top de linha. Se esse não for o seu caso, simplesmente omitir a instituição em que estudou não vai fazer com que você possa participar da seleção. Um curso de 1 dia pode ser muito relevante para o seu currículo, mas tem de ser relatado no tópico certo, de ‘cursos e outras atividades’, por exemplo. FONTE: Vagas.com

 

(Diário do Pará)

EM ALTA

COMENTÁRIOS mode_comment

CONTINUAR LENDO keyboard_arrow_down