VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Motorista de aplicativo deixa mulher amarrada em casa para ir trabalhar

POSTADO EM: Segunda-Feira, 15/04/2019, 14:50:33
ATUALIZADO EM: 15/04/2019, 15:09:02

zoom_out_map
Reprodução

Um homem, que não teve a identidade revelada, foi preso na noite do último domingo (14) após policiais verificarem que ele deixava a própria mulher amarrada, dentro de casa, enquanto trabalhava como motorista de aplicativo. O caso foi registrado no Distrito Federal. O suspeito deve ser autuado por violência doméstica e lesão corporal. 

De acordo com a Polícia Civil, o homem ainda está sendo investigado pelos crimes de cárcere privado e estupro. O suspeito já tinha um mandado de prisão em aberto pela Lei Maria da Penha contra a vítima. 

A mulher foi encontrada trancada em um cômodo da residência do motorista, com marcas de mordidas nos braços, vermelhidão na face e costas. 

Leia mais:

Os policiais tiveram conhecimento da situação da mulher através de denúncias. A prisão do acusado foi efetuada após os agentes reconhecerem a placa e as características do carro do agressor. Ao ser abordado, o suspeito informou que estava trabalhando. 

Em depoimento, a mulher afirmou que sofreu agressões, ameaças de morte, furto e estupro. Ela ainda relatou que o abuso sexual ocorreu no banheiro com uso de "sufocamento mecânico" para que não conseguisse gritar por socorro. O homem tomou posse dos cartões de crédito e documentos da vítima e de seu filho. 

(Com informações do Extra) 

LEIA TAMBÉM



COMENTÁRIOS mode_comment