ENVENENADOS

Presa acusada de matar os dois namorados com chumbinho

POSTADO EM: Terça-Feira, 12/06/2018, 22:11:58
ATUALIZADO EM: 12/06/2018, 22:21:33

zoom_out_map
Divulgação/Polícia Civil BA

Wane Brenda Gonçalves de Oliveira foi presa na segunda-feira (11) acusada de envenenar e matar dois de seus namorados, no período entre abril e novembro de 2017, na cidade de Itabuna, na Bahia.

A prisão foi decretada pela delegada Magda Figueiredo, titular da Delegacia de Homicídios do Município (DH), que afirma que ela usou chumbinho para matá-los assim que ela descobriu que eles tinham a intenção de terminar o relacionamento.

AS MORTES

A primeira vítima foi Edvaldo Araújo Alves, de 40 anos, que se relacionava com Wane há um ano. Ele se sentiu mal na casa da namorada em uma noite do dia 16 de abril de 2017. Foi socorrido por ela e levado de táxi ao Hospital de Base de Itabuna, onde morreu. Na época, a causa da morte foi atribuída a um infarto fulminante.

O segundo caso, em novembro do mesmo ano, foi de Evandro Bonfim de Souza, com quem teve um relacionamento meses depois. Ele se sentiu mal depois de ingerir um medicamento dado pela parceira e foi socorrido por ela.

O médico que o atendeu informou que os sintomas apresentados se assemelhavam aos mesmos de envenenamento por chumbinho. A vítima foi submetida a uma lavagem estomacal, quando foram encontrados vestígios de uma substância semelhante ao veneno

CONCLUSÃO

A Polícia Civil da Bahia instaurou inquérito para apurar as circunstâncias das duas mortes. Após o resultado da perícia, chegou-se à conclusão de que as vítimas foram assassinadas pelo mesmo veneno.

(Com informações do BOL)



COMENTÁRIOS mode_comment