MINAS GERAIS

Policial invade câmara de vereadores e mata ex-mulher

POSTADO EM: Quarta-Feira, 16/05/2018, 20:07:37
ATUALIZADO EM: 16/05/2018, 20:07:37

zoom_out_map
Reprodução

Um crime bárbaro chocou toda a cidade de Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte (MG), nesta quarta-feira (16). Um policial civil entrou na Câmara de Vereadores da cidade e matou a ex-mulher a tiros, tentando suicídio em seguida. A vítima já teria reportado ao Poder Legislativo do município sobre as ameaças de morte recebidas do ex-companheiro.

De acordo com o portal Hoje em Dia, o escrivão Cláudio Roberto Weichert Passos, lotado em Betim, chegou ao local do crime por volta das 9h, indo até o gabinete do vereador Jerson Braga, o Caxicó (PPS). Foi lá que ele atirou quatro vezes contra a assessora parlamentar Ludimila Leandro Braga, de 27 anos.

Em seguida, disparou contra ele mesmo. A vítima morreu no local. Cláudio foi socorrido inicialmente pelo Serviço de Assistência Móvel de Urgência (Samu) e depois levado de helicóptero até o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

Ao ouvir os tiros, uma testemunha alertou policiais que passavam pelas proximidades. Reforços foram chamados e, em menos de 10 minutos após o crime, a Polícia Militar estava evacuando a área. Conforme relatou uma amiga de Ludimila, que preferiu não se identificar, a vítima tinha duas filhas, de 3 e 6 anos, era divorciada e manteve um relacionamento com Cláudio por cerca de um ano. Eles haviam terminado há um mês, mas o policial não aceitava o fim. A mulher estaria se reaproximando do pai das crianças.

(Fonte: Hoje em Dia)

 



COMENTÁRIOS mode_comment