zoom_out_map
(Foto: Fernando Araújo)

Clube do Remo quer arrancada no início da Série C - Brasil |

Sexta-Feira, 19/05/2017, 07:53:49 - Atualizado em 19/05/2017, 07:53:49

Em 2016, o Clube do Remo teve um início complicado no Campeonato Brasileiro da Série C, principalmente dentro de casa. O Leão perdeu muitos pontos nas primeiras rodadas, que fizeram bastante falta na fase derradeira da competição. Neste ano, os azulinos estrearam com vitória em Belém e, agora, querem também conquistar os três pontos fora de casa, para ter um início de competição muito melhor do que foi na Terceirona do ano passado.

O zagueiro Henrique é um dos remanescentes da última temporada. O defensor, que é o atual capitão da equipe, relembra daquela campanha. Para ele, houve um começo de competição muito ruim, o que acabou atrapalhando o desenrolar da equipe no restante do certame. “Nosso início não foi bom. Nas primeiras rodadas não somamos muitos pontos, o que custou muito caro depois. No segundo turno ganhamos quase todos os jogos em casa e buscamos pontos fora”, relembra o jogador.

Um dos adversários que mais atrapalhou os remistas e, inclusive, foi quem ficou com a vaga na segunda fase foi o Asa-AL, o adversário de amanhã. Nos dois confrontos na competição, o Remo não vencer, foi uma derrota em Belém, e um empate em Arapiraca. Por isso, este ano é preciso fazer diferente para alcançar o mata-mata e disputar o acesso. “Graças a Deus já tivemos um bom início, conseguimos a primeira vitória. Vamos jogar fora de casa. Respeitamos o adversário, mas vamos buscar uma vitória, se não der, um empate. Não podemos perder”, afirma. “Temos sempre que somar pontos, porque assim fazemos com que o adversário não some. Eu acho que o início da competição é fundamental para te dar tranquilidade durante o meio e o final da competição”, finaliza o defensor.

Defesa tenta se adaptar ao novo sistema tático

O treinador Josué Teixeira deve ir mesmo no esquema 3-5-2 para o jogo de amanhã, às 16h30, contra o Asa-AL, no Fumeirão, para segunda rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C. Apesar desta mudança da defesa, os jogadores se dizem prontos para fazer uma boa partida e não vão sentir nenhum impacto com a modificação no sistema tático da equipe.

De acordo com o zagueiro Henrique, o Remo já jogou com esta formação este ano, por isso, não haverá dificuldades em se adaptar neste confronto contra os Alagoanos. “Já estamos um pouco acostumados. Fizemos esse mesmo encaixe contra o Independente, no segundo jogo da semifinal, inclusive vencemos por 3 a 1”, comenta. “Os dois zagueiros precisam sempre estar pegando, dar uma liberdade para os alas apoiarem. A gente treinou bastante para encaixar bem isso. E conversando podemos evitar alguns erros, para na hora que chegar no jogo ficar mais fácil”, completa.

O Clube do Remo já está em terras alagoanas onde realizou uma movimentação leve na tarde de ontem. Hoje, os azulinos fazem o último trabalho antes do jogo contra o Asa. O Remo precisa da vitória para se manter no G4 e começar a se destacar dos demais adversários logo no início da competição.

(Café Pinheiro/Diário do Pará)


COMENTÁRIOS mode_comment

CONTINUE LENDO keyboard_arrow_down
CONTINUAR LENDO keyboard_arrow_down