zoom_out_map
(Foto: Agência Brasil/divulgação)

Lula, Dilma, Serra e Renan são novos alvos da JBS - Brasil |

Sexta-Feira, 19/05/2017, 07:51:36 - Atualizado em 19/05/2017, 11:25:55

O escândalo político causado pela divulgação dos conteúdos das delações premiadas dos irmão Joesley e Wesley Batista sobre o envolvimento do presidente Michel Temer e do senador Aécio Neves com esquemas de corrupção pode estourar novamente nesta sexta-feira (19). Segundo o jornal Estadão, novas delações deverão incluir os nomes  dos ex-presidentes Luis Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, o ex-presidente do Senado, Renan Calheiros, e o ex-chanceler José Serra.

As informações foram divulgadas pela colunista Eliane Catanhêde. Segundo a jornalista, o material faz parte das gravações feitas pelos irmãos donos da JBS nos últimos meses, com apoio da Polícia Federal, durante o processo de delação premiada. 

Ela ainda afirma que o conteúdo das gravações "atingem mortalmente" os políticos, e deverão ser um escândalo sem "dever nada aos da Odebrecht".

(Com informações do Estadão)


COMENTÁRIOS mode_comment

CONTINUE LENDO keyboard_arrow_down
CONTINUAR LENDO keyboard_arrow_down