NACIONAIS

Em tons de rosa e azul, Daniela Mercury e Caetano Veloso dão o recado na nova “Proibido o Carnaval”

POSTADO EM: Segunda-Feira, 11/02/2019, 18:00:05
ATUALIZADO EM: 11/02/2019, 18:00:05

zoom_out_map
Divulgação

O Carnaval não é apenas sinônimo de festa e curtição. A metáfora das festas carnavalescas diz respeito também à liberdade e a uma espécie de “horizontalização da sociedade”. Mas o que o Carnaval tem de tão ruim que o faz ser tão mal visto por alguns?

A folia é o cenário do clipe para “Proibido o Carnaval“, parceria entre Daniela Mercury Caetano Veloso. A música já é incrível por si só ao unir dois artistas com nomes de peso para a música nacional. Mas, ao analisar o clipe e a letra da música, dá para entender que é muito mais do que uma parceria qualquer.

A canção é o terceiro lançamento de Daniela desde o álbum Vinil Virtual, de 2015. No ano passado, Daniela lançou dois singles: “Pagode Divino” e “Pantera Negra Deusa“.

“Não tem censura pra me segurar”

A letra é uma exaltação ao livre arbítrio. A dupla usa diversas metáforas para criticar as constantes tentativas de censura sofridas pela nossa sociedade.

São citados na letra alguns movimentos contraculturais que marcaram a história, desde a Rebelião de Stonewall (manifestação LGBT contra a violência policial novaiorquina em 1969) até a Tropicália, um dos movimentos mais importantes da música brasileira.

A principal sacada, tanto da letra da música quanto do clipe, é uma clara crítica à ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Durante sua posse, Damares fez a polêmica declaração acerca de rotulagem de gêneros através de cores. Mesmo que metaforicamente, a fala “Menino veste azul e menina veste rosa” causou muita repercussão pela internet.

O clipe, dirigido por Jana Leite, é colorido mas dá ênfase nas cores azul e rosa. As cores se revezam, e Caetano aparece iluminado pela cor rosa enquanto tons azulados iluminam Daniela.

O final do clipe também conta com uma mensagem da cantora ao ex-deputado Jean Wyllys, que saiu do país após receber diversas ameaças. A mensagem é a seguinte:

Dedico este videoclipe ao meu amigo amado e incansável, guerreiro Jean Wyllys. Estamos te esperando de volta: o Carnaval não está proibido! Axé!!!

Confira abaixo o belo clipe:

Fonte: TMDQA!



COMENTÁRIOS mode_comment