AGORA VAI!

Remo e Tapajós entram em campo hoje a tarde pelo Parazão

POSTADO EM: Domingo, 03/02/2019, 08:55:28
ATUALIZADO EM: 03/02/2019, 09:05:04

zoom_out_map
Octavio Cardoso

Após duas semanas de atraso, finalmente o duelo entre Clube do Remo e Tapajós será disputado. Com a liberação do estádio Mangueirão na última quinta-feira (31) pelas autoridades, depois de uma série de procedimentos de reparos e adequações relativos às normas de segurança, a partir das 16h deste domingo, a partida, válida ainda pela primeira rodada do Campeonato Paraense, colocará frente a frente dos dois campões locais da temporada passada: o Leão da elite e o Boto da Segundinha.

O confronto será o terceiro entre as agremiações. E os visitantes levam a vantagem no histórico: um empate em 5 a 5 em Belém, no segundo turno em 2015; e uma vitória por 1 a 0, em Santarém, na temporada 2017. Dessa maneira, esse será mais um jogo em que os azulinos terão que apagar o retrospecto negativo frente a uma equipe santarena. Contudo, o adversário de hoje deverá ser mais “enjoado” do que o São Raimundo.

Com uma vitória na bagagem, o Boto manteve base da equipe vencedora da Segunda Divisão. Por esse motivo, o treinador João Nasser Neto, o Netão, optou por fechar um treinamento durante a semana para arquitetar a melhor formação para não ser surpreendido pelo rival e, consequentemente, quebrar qualquer estratégia inimiga.

Mesmo com uma boa compactação na estreia, Netão deverá levar a campo nesta tarde um time com mudanças. A principal delas deve ser no meio-campo, com as entradas de Diogo Sodré e Echeverría, além de David Batista, no ataque. O comandante não confirmou e nem negou alterações, porém, afirmou que o time vai estar pronto para somar três pontos na tabela. “A gente tem um grupo forte, competitivo. A gente vem procurando nos treinamento alternar e procurar as melhores opções. Alternamos com Sodré e Dedeco, Samuel e Gustavo, Mário e David. Só que a gente não pode esquecer o jogo passado, não pode abrir mão do que foi feito de bom com os atletas que se empenharam”, explicou o treinador azulino.

Como a maioria dos adversários do grupo do Remo não pontuou, em caso de novo triunfo hoje, a equipe poderá criar até cinco pontos de vantagem e se isolar na liderança. O zagueiro e capitão Mimica, desse modo, quer criar desde cedo um ambiente confortável para o Remo nesse começo de temporada. “É mais um jogo difícil que vamos ter, contra o Remo todos crescem e querem vencer. Mas agora é com a gente e se Deus quiser vamos vencer mais uma no campeonato”, destacou.

Diogo Sodré deve aparecer no meio de campo azulino

Uma novidade poderá aparecer na escalação do treinador Netão para o jogo contra o Tapajós, no Mangueirão. No meio de campo, Diogo Sodré deve aparecer na zona de distribuição para o ataque. O meia poderá ocupar a vaga de Dedeco, que não fez uma boa apresentação frente ao São Raimundo, na semana passada. 

Sodré espera ajudar o time em campo, caso se confirme a mudança. "O nosso grupo tem mostrado que possui uma boa qualidade e deixa o professor a vontade para mexer. Confio no meu potencial e sei que posso decidir em campo, com passes para os atacantes ou em jogadas individuais", comentou.Com a possível entrada de Diogo Sodré, ao menos teoricamente, o time azulino ganha em mobilidade pelo centro. Assim como foi no amistoso contra o Izabelense, o jogador apareceu bem e fez boa dupla com o centroavante David Batista, quando ambos reduziram o espaço em campo. "É um jogo que todos querem jogar, mas a gente deixa na mão do Neto e quem ele optar vai fazer um bom trabalho", destacou Sodré.

Centroavante está pronto para entrar e decidir

David Batista está liberado para jogar e é favorito a uma vaga no ataque azulino Foto: Octavio Cardoso

No seu elenco, o Clube do Remo conta com seis jogadores de ataque para servirem de opção para o treinador Netão. No jogo de estreia pelo Parazão, três deles (Henrique, Mário Sérgio e Gustavo Ramos) puderam atuar. Mesmo que os jogadores tenham demonstrado potencial, é esperada para o duelo de logo mais a entrada de um novato: David Batista, centroavante, ao que tudo indica, será o homem de área azulino nesta tarde.

A escalação não foi confirmada, entretanto, o seu faro de gol, apresentado na sua participação no amistoso contra o Izabelense, o credenciou para entrar jogando. Além disso, a sua mobilidade, que dificulta a saída de bola rival e suporte na defesa em jogadas de bolas aéreas, também deixou impressão positiva. E na partida contra o São Raimundo, a ausência de tais fatores pesaram para que a vitória remista não fosse mais elástica, em Santarém.

Para David Batista, que já está regularizado e na lista de relacionados, caso entre jogando ou caso seja acionado no decorrer da partida, o objetivo será um só: "Eu só quero ajudar o Remo. Sei que vou ajudar. Claro que o atacante quer sempre fazer gols, mas o jogador pode ajudar de outra forma, correndo, dando carrinho, passe. Se o treinador optar por mim, vou fazer de tudo ao meu alcance para deixar a minha parcela de ajuda", disse.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment