zoom_out_map
(Foto: Divulgação)

Resenha: Raimundos lança DVD acústico em São Paulo

Domingo, 14/05/2017, 14:00:04 - Atualizado em 14/05/2017, 14:00:04

Por Maicon Riediger

Uma legião de fãs lotou o Teatro Bradesco em São Paulo no dia 06 de maio para prestigiar o show de lançamento do DVD Acústico do Raimundos.

O projeto, gravado há cerca de seis meses em Curitiba, é um dos mais ambiciosos já feitos pela banda. Nele o quarteto de Brasília tem a missão de mostrar aos novos e antigos fãs a melodia por trás de toda a pauleira contida nos seus sete álbuns de estúdio.

O esquenta para o show, que começou por volta das 22h, aconteceu ainda durante a tarde, onde um seleto grupo de fãs que adquiriram o DVD em pré-venda puderam acompanhar a passagem do som do grupo. O clima era de total descontração e Digão e companhia pareciam realizados com o nascimento de seu mais novo filho, o “verdinho”, como eles mesmo apelidaram por conta da capa do álbum.

Durante a passagem de som, as pessoas presentes tiveram a oportunidade de ver o Raimundos fazendo os últimos alinhamentos em algumas músicas, corrigindo detalhes para que tudo saísse perfeito, além de conseguirem aquele momento mais intimista com direito a fotos e autógrafos de Digão, Canisso, Marquim, Caio e, ainda, Marcão, ex-guitarrista do Charlie Brown Jr que está acompanhando o quarteto durante a turnê.

Um dia antes, ainda na sexta-feira, a banda liberou por 24h ininterruptas através de seu canal oficial no YouTube, o DVD Acústico na íntegra e, se a primeira impressão é a que fica, podemos afirmar que é um dos grandes trabalhos nacionais feitos nesse formato. O show de lançamento só veio a confirmar essa afirmativa.

A apresentação durou cerca de duas horas e contou com todas as 27 músicas presentes no DVD. Para sua noite de estreia, novamente o time de músicos contou com a participação mais que especial de Fred Castro, baterista da formação original, além de um trio de metais, percussão e teclados, instrumentos que trazem elementos essenciais para deixar as versões desplugadas ainda melhores.

A tarefa de abrir a apresentação ficou por conta de “Gordelícia”, single do álbum Cantigas de Roda, lançado em 2014, que logo de início mostrou que os caras não estão para brincadeira. A versão acústica é superior a original e uma grande escolha para abrir os trabalhos. Apesar de ser uma das músicas mais recentes da banda ela foi cantada em peso por todo o público presente, fato que se repetiu por diversas vezes na noite.

É de se destacar, ainda, a nova roupagem que grande parte das músicas mais pesadas receberam; “Rapante”, “Nega Jurema”, “Be a Bá” e “Sereia da Pedreira” foram ligeiramente desaceleradas e o resultado é de encher os olhos.

Entre os diversos sucessos apresentados, o Raimundos ainda encontrou tempo para emular “Love Of My Life” do Queen, onde não foi necessário que Digão cantasse mais do que a primeira linha da música, cabendo a plateia ressoar a letra pelo Teatro Bradesco.

“Mulher de Fases” contou com um momento a cappella, onde todas as luzes do teatro foram apagadas e a plateia iluminou o local com as lanternas de seus celulares. Cena belíssima!

Passada a metade do show, chegou a vez Fred Castro ser chamado ao palco, em um momento que não importa quantas vezes se repita, sempre será emocionante. É impressionante o carinho e gratidão que todos os fãs nutrem pelo baterista. Fred foi ovacionado por todos antes de tocar “Selim” e “Cintura Fina”, músicas do disco homônimo do Raimundos, lançado em 1994.

Este não foi o último momento em que vimos Fred no palco. Durante a última música do set, o incontestável hino “Eu Quero Ver o Oco”, Fred dividiu as baquetas com Caio Cunha, assumindo o posto de baterista após a parada para o solo. O respeito e admiração entre os dois é mútuo e a cena ficará na memória dos presentes.

Agora, falando sobre os hits radiofônicos do Raimundos, existem pessoas que por vezes criticam a banda por jamais remover de seu setlist músicas como “I Saw You Saying”, “Reggae do Manero”, “A Mais Pedida” e “Mulher de Fases”, porém, é necessário dizer que estes são os pontos mais altos do show e que fazem os links entre os grandes sucessos e os “lados b”. Impossível não se emocionar com os momentos onde o teatro inteiro canta junto cada palavra das músicas acima citadas. É uma cena linda de ver e ouvir e, se você ainda não sabe de cor as letras destas canções, aconselho decorá-las, pois você com certeza irá desejar participar desse momento quando tiver a oportunidade de comparecer ao espetáculo.

Raimundos Acústico chega às lojas ainda no mês de maio e a turnê deve passar por todas as capitais brasileiras. Prepare-se, o verdinho chegou!

Fonte: TMDQA!


COMENTÁRIOS mode_comment

CONTINUE LENDO keyboard_arrow_down
CONTINUAR LENDO keyboard_arrow_down