TRATAMENTO

Causa de mal súbito de paraense ex-remo ainda é investigada

POSTADO EM: Quarta-Feira, 22/05/2019, 09:31:52
ATUALIZADO EM: 22/05/2019, 11:42:22

O paraense Vitor Flexa de Araújo, 17 anos, ainda está internado no Hospital SOS Cárdio, em Florianópolis (SC), uma semana após sofrer parada cardiorrespiratória enquanto treinava no Avaí, no último dia 14.

Suellen Flexa, mãe do jovem, está acompanhando o filho no hospital. “Está melhor, graças a Deus. Está no quarto, fora de perigo. Porém, ainda está no hospital para fazer exames específicos”, explicou.

De acordo com a mãe do atleta, ainda não se sabe o que ocasionou o mal súbito, todos os exames realizados até o momento não detectaram.

“Ainda não há previsão de alta, estão fazendo exames para descobrir a causa. No momento, estamos aguardando a autorização do plano de saúde para fazer o Estudo Eletrofisiológico. Mas graças a Deus o pior já passou, ele está vivo sem risco”, acrescentou.

ENTENDA

Vitor Flexa é natural de Belém do Pará e é atleta do Avaí –SC. Ele sofreu uma parada cardiorrespiratória enquanto treinava na manhã do dia 14. De acordo com o clube, na ocasião ele foi atendido pela equipe do clube, que realizaram manobras de ressuscitação. Após a reversão da parada cardiorrespiratória, o jogador foi levado pelo helicóptero Arcanjo ao Hospital de Caridade.

Segundo o médico do clube, Sérgio Mello, o fato de o atendimento ter sido imediato foi decisivo para a vida do jogador, que sofreu a parada sem qualquer trauma. Ele caiu no gramado desacordado.

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment