AMISTOSO

Clube do Remo faz último teste antes de estreia

POSTADO EM: Domingo, 20/01/2019, 07:38:37
ATUALIZADO EM: 20/01/2019, 07:38:37

zoom_out_map
Ricardo Amanajás

Com a estreia marcada para entrar em campo oficialmente apenas no próximo final de semana, frente ao São Raimundo, o Clube do Remo fará do amistoso desta tarde, contra o Izabelense, uma plataforma para a equipe que deverá ser a titular na temporada pegar ritmo e entrosamento. A partida, que iniciará a partir das 15h30, no estádio Edilson Abreu, em Santa Izabel do Pará, será a oportunidade final para o treinador João Nasser Neto encontrar a melhor versão do atual elenco. E o mesmo é válido para os atletas, que irão demonstrar se estão assimilando as estratégias de jogo da comissão técnica.

O Frangão da Estrada será o quarto teste dos azulinos nesse período de pré-temporada. Nos três anteriores, o grupo conquistou duas vitórias e um empate. Apesar de manter o mistério na hora de divulgar a escalação, o técnico Netão deve repetir a onzena que enfrentou, nos primeiros 45 minutos, o selecionado de Barcarena, no sábado passado (12). 

A principal novidade pode ser a entrada do centroavante David Batista, que, ao que tudo indica, será escalado em algum momento do amistoso, assim como o volante Vacaria. “A definição pode variar por circunstâncias de jogo, que podem ser mais produtivas em questão de campo, posse de bola e saída para o ataque. Mas todos os setores têm que estar em sintonia. Montar um time forte para o amistoso e a partir do jogo vamos focar na montagem da nossa equipe titular”, observou Netão.

Assim como o time da capital, a equipe dos donos da casa está às escuras na sua formatação, e para Netão isso é até um fator positivo, já que ele está preparando o time para enfrentar qualquer tipo de adversário. “Procuro levar aos atletas que nenhum jogo é vencido até o apito. Muita coisa pode acontecer em pouco tempo, por isso precisamos estar preparados para qualquer adversário e onde for”, finalizou o técnico.

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

FIQUE POR DENTRO!

ESCALAÇÃO AZULINA: Vinícius; Geovane, Mimica, Fredson e Ronaell; Robson, Welton, Wallacer e Echeverría; Henrique e Alex Sandro.

INFORMAÇÕES: Local: estádio Edilson Abreu (Santa Izabel). Horário: 15h30. Ingressos: R$ 20.

Paraguaio quer mostrar a que veio

Depois de estreia tímida, Echeverría espera que seu futebol apareça mais hoje. (Foto: Ricardo Amanajás)

O meia-atacante Eduardo Echeverría está confirmado na equipe que iniciará jogando o amistoso desta tarde, frente ao Izabelense. Como o paraguaio está mais habituado com as peculiaridades locais e com o estilo de jogo dos companheiros, é aguardada pela torcida azulina uma postura mais incisiva dele em campo, já que diante da seleção de Barcarena, o jogador teve apresentação apenas modesta, sem comprometer, mas também sem destaque.

Agora, com mais conhecimento do que pede o treinador João Neto, a expectativa é de um desempenho mais efetivo para a o ‘upgrade’ do miolo central, um dos problemas que a atual comissão técnica pretende solucionar para 2019. Mais ofensivo, a caída pelas beiradas do campo, assim como a entrada pela intermediária, poderá ser uma arma para o esperado triunfo de hoje. 

“A gente vai evoluindo a partir do tempo que vamos entendendo o posicionamento, o sistema de jogo. Eu procuro ser participativo em qualquer lugar, sei que posso isso. Se abrir uma brecha eu vou finalizar. Vamos nos doar para encontrar o nosso melhor”, afirmou Echeverría.

Principal contratação azulina, o paraguaio destacou também o seu lado motivador para colaborar com os companheiros dentro ou fora de campo. “Raça não vai faltar. Nisso eu ajudo muito, não desisto da jogada e transmito isso para o time. Sempre que tiver que ajudar e como for eu irei contribuir”, promete.

NO ATAQUE

Alex Sandro, jogador que mostrou versatilidade no ataque, atuando mais fixo na área ou pelas beiradas, também almeja mostrar serviço hoje. Apesar do número alto de concorrentes para a função (Henrique, Mário Sérgio, David Batista, Emerson Carioca), o atleta já provou que pode render, a exemplo do belo gol que marcou no amistoso contra o Castanhal, depois de jogada individual e bomba fora da área.

Para o jogador, faltando pouco tempo para a estreia oficial, testes como os de hoje são fundamentais para cativar o comandante. “Confio na minha habilidade, sei que posso render e muito para o Remo. Tive a felicidade de marcar um gol no outro jogo e trabalhamos cada vez mais forte nos treinos para estarmos prontos para o professor sempre que possível”, disse.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment