ESPERANÇOSO

Calbergue traça meta individual e coletiva no Papão

POSTADO EM: Segunda-Feira, 07/01/2019, 09:53:56
ATUALIZADO EM: 07/01/2019, 09:57:19

zoom_out_map
Fernando Torres/Paysandu

Depois de ter recebido algumas oportunidades no time, mas encerrado a temporada passada no banco de reservas, o meia Alan Calbergue, cria do próprio Paysandu, espera que 2019 seja bem mais proveitoso para ele, conforme revelou em entrevista, no último sábado. “Espero que este ano seja o ano da minha afirmação no futebol profissional e que eu possa fazer a minha história no Paysandu, um clube onde sempre quis jogar”, declarou.

O apoiador admitiu que o Papão iniciará o Estadual, dia 23, enfrentando o São Francisco, ainda sob desconfiança da Fiel, que, em 2018, teve de conviver com a queda do time à Série C do Brasileiro. “Sabemos que tem muito torcedor desconfiado, mas vamos tentar trazer, com bons jogos, esse torcedor para o nosso lado”, disse. Sobre a titularidade na equipe, Calbergue observou que esse é um desejo natural de todos os atletas que formam o elenco do clube.

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

“Todos nós queremos iniciar o ano entre os onze, mas isso é consequência de um trabalho bem feito e que fica nas mãos do professor Brigatti (João, técnico). Quem ele escolher terá de estar bem preparado”, comentou. O meio-campista espera que 2019 seja diferente do ano passado. “Esperamos um ano bem melhor que 2018, quando não conseguimos chegar aos nossos objetivos, que eram a conquista do Estadual e, principalmente, a permanência na Série B”, concluiu.

(Nildo Lima/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment