GARRA E RAÇA

Echeverría é apresentado oficialmente como jogador azulino

POSTADO EM: Sábado, 05/01/2019, 11:06:59
ATUALIZADO EM: 05/01/2019, 11:08:20

zoom_out_map
Fernando Araújo/Diário do Pará

Como parte do processo de reestruturação no Clube do Remo, no futebol e no marketing, ontem pela manhã, em uma das lojas oficiais da agremiação, o meia-atacante Eduardo Echeverría foi apresentado à imprensa como novo jogador do time. 

O atleta de 29 anos, que é natural de Assunção, Paraguai, tem a missão de ser o nome forte do Leão na temporada, seu quarto clube no País. E no que depender do profissional, esse será o seu principal objetivo para ajudar o Remo dentro e fora de campo.

Apesar de ter alternado entre o banco de reservas e o time titular nas três últimas temporadas, a chegada de Echeverría é vista com bons olhos pelo departamento de futebol, no que diz respeito à determinação. Com dois acessos na bagagem – o primeiro em 2016 com o ABC à Série B, o segundo ano passado com o CSA à Série A-, o jogador destacou sua intenção na capital paraense. 

“É retribuir da melhor maneira possível. É um grande clube e quero jogar desde que cheguei. Sei que a torcida vai cobrar, mas tem que ser frio nesse sentido para levar da melhor maneira e, como falei, retribuir”, comentou.

Ciente de que é a principal aposta dos dirigentes, sobretudo por ter subido com os antigos clubes, Echeverría, por outro lado, valoriza o grupo que está sendo montado para esta temporada. “Ídolo não, ídolo é o time, vai ser o grupo todo. Eu sei da qualidade que tenho, mas eu sozinho não vou conseguir resolver. Tem muito jogador de extrema qualidade e trabalha junto, a gente vai conseguir grandes coisas”.

Contratado para ajudar o elenco comandado por Netão a dar liga nas competições, o paraguaio sabe também que será primordial no resgaste do clube junto à torcida, já que foi o escolhido para ser garoto-propaganda pela presidência para alavancar o programa de sócio-torcedor Nação Azul. Para o meia-atacante, isso não será empecilho. 

“Eu estou encarando da melhor maneira. A nossa característica de fora é a garra e a raça e eu garanto que isso não vai faltar para ajudar o time”, ponderou.

ELE POR ELE

De acordo com o próprio Echeverría, a sua maior virtude é a disposição de transitar entre as duas áreas do campo. Dessa maneira, o papel de meia-atacante é que mais combina com o seu estilo de jogo, devido aos passes e a chegada com frequência na pequena área. Canhoto, ele ainda aponta as finalizações de média e longa distância como identidade. Aliás, o atleta marcou dessa forma contra o próprio Remo, em 2016, pelo ABC.

Raio X ECHEVERRÍA

- Posição: meia-atacante, meio-campo, ponta-esquerda, ala-esquerdo

- Jogos em 2018: 19

- Gols marcados: 2

Diretoria poupa contratado e faz elogios

Até então, com o número de jogadores oficializados pela diretoria de futebol do Clube do Remo, apenas quatro atletas não participarão do amistoso com o Castanhal, amanhã à tarde. Eduardo Echeverría, profissional de peso contratado para honrar a camisa azulina nesta temporada é um deles. Mas os dirigentes acreditam que isso será essencial para que o meia-atacante entre na ponta dos cascos já na partida de estreia do Leão pelo Parazão, contra o Tapajós, no dia 20, em Belém.

Segundo o diretor-executivo Luciano Mancha, a ansiedade para ver o paraguaio em campo é natural por parte da torcida. No entanto, reitera que a integração de Echeverría foi cautelosa e irá surpreender. “É um jogador que fez o diferente por onde atuou. Estava em atividade e possui um histórico positivo. É um profissional que tem o nosso perfil, o perfil que fará o Remo vencedor e que estamos montando com todo o cuidado”, explicou.

O também diretor Yan Oliveira destacou a sua qualidade e experiência como pontos cruciais para agregar com o restante da equipe. “É um jogador que possui talento e foi importante na sua carreira, por isso, não temos dúvida que tem tudo para dar certo aqui também”, completou.

TORCIDA

Alguns torcedores acompanharam de perto as primeiras palavras de Echeverría como jogador do Clube do Remo e se mostraram otimistas com a contratação.

Para o torcedor Luiz Miranda, que aproveitou para bater foto com o atleta ao lado do filho, a torcida está alegre. “É um bom jogador, falou bonito. Temos que aguardar um pouco, mas temos que confiar também. Quem sabe com ele (Echeverría) agora não vai, né?” questionou em tom de satisfação.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment