CLUBE DO REMO

Pré-temporada azulina tem três destinos possíveis para a preparação do elenco

POSTADO EM: Sexta-Feira, 23/11/2018, 09:44:55
ATUALIZADO EM: 23/11/2018, 09:49:57

zoom_out_map
Samara Miranda/Remo

Sem alarde, a diretoria de futebol do Clube do Remo já engatilhou a contratação de alguns jogadores para a formação do elenco que irá disputar as competições oficiais do próximo ano. Até o momento, não foi divulgado nenhum homem oficialmente, bem como a quantidade de profissionais que deverão se apresentar no estádio Baenão, no próximo dia 12, data marcada para o começo da pré-temporada azulina. Mas um detalhe que será determinante para a preparação do grupo já está alinhavado, que é o destino que será realizada a segunda e principal parte dos treinamentos, como destacou os dirigentes da agremiação. Três localidades estão no páreo para receber o elenco: Castanhal, Salinas e Barcarena.

O intuito dos diretores é realizar a preparação em duas etapas: a primeira em Belém, a começar pelo dia 12, com exames médicos e físicos, até o dia 17, quando o treinador João Nasser Neto, o Netão, retornará após finalizar participação em curso na Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 

Assim, até o encerramento do ano, as movimentações com bola irão rolar no Baenão. Já em 2019, o grupo deverá se deslocar para fora da capital. De acordo com o diretor Yan Oliveira, ainda não foi decidido o local, porém, o cronograma será executado conforme o combinado. “Ainda estamos analisando os destinos, até para confirmar o que mais irá se encaixar com o que precisamos, o que irá ofertar melhor condições de trabalho. Temos algumas propostas, mas ainda está sob análise”, comentou.

AMISTOSOS 

O local que será escolhido pelo departamento, também será o palco de futuros amistosos do time, um dos requisitos preparatórios. Ainda não foi estipulado, contudo, é provável que o futuro time azulino faça até três coletivos antes da estreia no Campeonato Paraense, marcada para o dia 20 de janeiro, frente ao Tapajós. “É algo importante, porque reabilita o jogador no clima de jogo, depois do seu período de férias. É algo prematuro adiantar adversários, mas podemos dizer, sim, que é algo que fará parte da programação”, completou Yan Oliveira.

EM NÚMEROS

3

Municípios figuram como prováveis destinos do elenco do Remo na pré-temporada: Castanhal, Salinas e Barcarena.

12/12

É a data marcada pela diretoria do Remo para começar a pré-temporada do elenco de futebol. A primeira etapa será realizada em Belém.

Leãozinho tentará a felicidade em Porto Feliz

COPA SÃO PAULO

A equipe Sub 20 do Clube do Remo, que irá disputar a Copa São Paulo de futebol júnior em janeiro de 2019, já sabe o grupo, os adversários e o destino que terá ao longo da primeira fase da competição. Conforme o detalhamento da Federação Paulista de Futebol (FPF), na tarde de ontem, o “Simba” fará parte do Grupo 20, que ficará localizado na cidade de Porto Feliz, na Região Metropolitana de Sorocaba (SP). Na mesma chave azulina, está Desportiva Brasil-SP; Uberlândia-MG e Visão Celeste-RN. As datas, horários e estádios ainda não foram divulgados.

(Foto: Samara Miranda/Remo)

No entanto, em Belém, o responsável técnico do grupo, Raimundo Santos, já destacou que os treinamentos seguem intensos para uma boa participação no torneio juvenil. Inclusive, o técnico destacou que amanhã, a partir das 9h, no estádio Baenão, a equipe terá o seu primeiro amistoso preparatório. “Ainda não decidiu o rival, mas acreditamos que será o Paraense, que também participou do Estadual sub-20. É um caminho importante a ser feito, até porque sabemos que o grau de competitividade lá é forte. Por isso vamos analisar com calma e verificar se progredimos com os treinos que estamos fazendo”, explicou, destacando, também, que a equipe já trabalha para realizar um segundo amistoso, dessa vez diante do Tiradentes.

CARAJÁS

O outro time paraense na competição também já tem conhecimento dos seus oponentes. O Carajás irá compor, ao lado de Taubaté-SP; Vasco da Gama-RJ e Tubarão-SC, o Grupo 27, situado no município de Taubaté.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment