REUNIÃO

Assembléia Geral aprova mudanças no estatuto do Clube do Remo

POSTADO EM: Domingo, 30/09/2018, 18:23:07
ATUALIZADO EM: 30/09/2018, 18:41:44

zoom_out_map
Via Whatsapp

No último sábado (29), sócios do Clube do Remo participaram da Assembleia Geral que teve como objetivo, definir algumas emendas para o estatuto do Leão Azul para as próximas eleições.

Na reunião foi definido alguns itens que vão entrar em vigor a partir das próximas eleições, como por exemplo, a data do segundo domingo de novembro para as eleições no clube e o mandato, que passa a ser de três anos, ao invés de dois, como vem ocorrendo e com uma oportunidade de reeleição, sendo esta apenas para o CODIR.

Outro assunto polêmico foi a votação aberta para sócios-torcedores e na disputa mais apertada, os presentes decidiram que a categoria não terá direito a voto no pleito.

Algumas emendas também foram aprovadas durante a reunião e após isso, o pleito azulino está aberto e podemos ter até quatro candidatos ao cargo de presidente do Remo.

VEJA AS EMENDAS APROVADAS NA ASSEMBLEIA

- Gestores que não prestarem contas não podem concorrer cargos no próximo pleito do clube.

- Sócio-torcedor não terá direito a voto.

- Mandato para presidente do CODIR é de 3 anos, com uma oportunidade de reeleição

- Votação será sempre no segundo domingo de novembro

- Isenção de taxa de transferência de títulos de Sócio-Remido para Sócio-Proprietário.

- Número de Conselheiros se manteve em 100

- Membro do Condel que deseja ser presidente do CODIR terá de se licenciar do cargo.

- Membros faltosos no Condel podem se candidatar a cargo eletivo na eleição subsequente.

- Tempo de associado apto a votar é de 6 meses

- Infração ao quem tornar público qualquer assunto interno do clube e provocar danos.

- Presidente terá agora dois vices.

- Conselho Fiscal tem prazo para entrega de relatório sobre ações do CODIR.

 

E MAIS: Quer comprar material esportivo mais barato? Clique Aqui

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment