REMO X ABC-RN

Torcedor azulino que tentou agredir árbitro deverá ficar 10 meses longe dos estádios

POSTADO EM: Terça-Feira, 31/07/2018, 16:51:00
ATUALIZADO EM: 31/07/2018, 17:46:46

zoom_out_map
Fábio Will / Remo

O Clube do Remo evitou consequências graves pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), depois de um torcedor ser detido em flagrante após tentar agredir o árbitro da partida, Ricardo Marques, atirando uma tangerina em direção a ele na partida diante do ABC-RN, no último domingo (29).

Através da decisão do juiz Gabriel Sturtz, o torcedor foi julgado através do projeto Esporte com Justiça, de iniciativa da Coordenadoria dos Juizados Especiais do Tribunal de Justiça do Pará (TJE-PA), que funciona em um local itinerante dentro do estádio Mangueirão, onde o público é superior acima de 10 mil pessoas.

Quer pagar barato com material esportivo? Clique aqui

Depois de ser julgado no estádio Olímpico do Pará, o torcedor de nome Antonilson Farias Soares foi punido com um período de dez meses sem frequentar estádios de futebol, em dias de jogos do Clube do Remo. Além disso, o torcedor deverá comparecer ao Comando da Polícia Militar no prazo de duas horas antes de cada partida, em um período de quatro horas.

Criado em 2013, o projeto Esporte com Justiça tem à frente a desembargadora Maria de Nazaré Silva Gouveia dos Santos e a medida visa combater medidas que possam prejudicar clubes, em eventos esportivos.

A medida ajuda a evitar punições com multa e perdas de mando de campo por parte do STJD.

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment