ANGÚSTIA

Corpo de jogador paraense morto ainda não foi liberado para sepultamento

POSTADO EM: Quarta-Feira, 11/07/2018, 16:19:45
ATUALIZADO EM: 11/07/2018, 16:58:17

zoom_out_map
Reprodução / Facebook

Drama e angústia. Estes são os sentimentos dos familiares do jogador paraense Betinho Santarém, que aguardam pela liberação do corpo para o funeral do jogador.

Em contato com o DOL, o irmão de Betinho, Rafael contou que o corpo de Betinho só será liberado na próxima sexta-feira (13). “O corpo do Betinho ainda não foi liberado por conta da autópsia e só depois disso que será liberado para velório e sepultamento”.

Rafael revelou ainda que as providências já foram tomadas por meio de um advogado. “Nossa família está abalada e unida neste momento. O advogado está fazendo o necessário e estamos no aguardo dos laudos médicos sobre a morte dele”.

O corpo de Betinho não será trazido para Santarém, pois irá ser sepultado em Caiena, na Guiana Francesa, onde o jogador residia com a mãe e estava se preparando para o casamento.

“Ele (Betinho) estava super feliz e estava dividido entre a casa da mãe e o apartamento onde morava a noiva. O casal tinha um sonho de ir morar na Europa e estava fazendo um projeto pra isso”.

O CASO

Betinho foi morto por um homem em uma boate na última sexta-feira (6), em Caiena, na Guiana Francesa. O jogador foi morto a facadas e o autor do crime fugiu do local. A morte do atleta causou uma grande comoção entre amigos e parentes, em Santarém e na Guiana Francesa, onde o jogador morava há sete anos.

(Diego Beckman/DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment