SÉRIE C

Com situação delicada, Remo tem mais uma chance de engrenar

POSTADO EM: Domingo, 08/07/2018, 09:05:13
ATUALIZADO EM: 08/07/2018, 09:06:21

zoom_out_map
Marco Santos

Desde que retornou à Série C do Campeonato Brasileiro, em 2016, o Clube do Remo não conseguiu conquistar dois resultados positivos consecutivos na competição. Tal inconstância fez com que a equipe sempre caísse ainda na primeira fase do certame, porém, sem riscos de rebaixamento à Série D. 

Nessa edição, no entanto, as coisas estão diferentes. Com o risco real de queda, um dos fatores que poderá impedir a agremiação de aumentar as chances de descenso é justamente engatar uma série de triunfos. Dessa maneira, às 17h de hoje, no estádio do Arruda, em Recife (PE), o Remo precisará atropelar o Santa Cruz e somar a sua segunda vitória seguida para escapar da zona da degola.

Como já é do conhecimento de todos, somente a vitória interessa ao time azulino. O empate, a depender das circunstâncias do confronto, poderá até ser prejudicial, já que o time ainda se encontra em um cenário incômodo, apesar da vitória na rodada passada. Sendo assim, na tentativa de deslanchar na tabela, o treinador João Nasser Neto decidiu manter a base da onzena que atuou diante do Juazeirense, fazendo apenas correções cirúrgicas no esqueleto.

Devido a lesões, Fernandes e Elielton irão entrar no time titular, nas vagas de Everton e Ruan, respectivamente. O grande furor dessas mexidas foi quanto à presença de um jogador de defesa na vaga de um de criação no meio-campo. No entanto, embora o miolo central azulino conte com o trio de volantes, conforme o estilo de jogo de Netão o Remo não deve jogar retrancado, pois Leandro Brasília e Rodriguinho deverão flutuar bastante pelo setor ofensivo, dando respaldo ao restante dos setores.

“A gente precisa controlar bem eles. Um bom posicionamento coletivo, defender bem, fazer as transições, circular a bola e construir jogadas de finalizações. Nós precisamos da vitória, mas sabemos que do outro lado a equipe do Santa Cruz também terá o mesmo pensamento. Acredito que nosso time vai fazer a coisa certa para sair de lá com mais três pontos”, destacou o técnico Netão, que completou: “A gente procura sempre adaptar as coisas pra equipe atender às necessidades em campo: defender, atacar e dominar o jogo. Mas a gente tem também que pensar que o importante é a vitória, por isso, vamos confiantes em fazer um bom trabalho para pontuar e sair da zona”, disse.

É o jogo para confirmar a reação! Nininho quer foco para o time sair da lanterna

Para o Clube do Remo, agora, toda partida tem que ser vista como metas de pontuação, tanto para sair da zona de rebaixamento como para brigar pela classificação. E, pelo equilíbrio na tabela do Grupo A, uma meta não está muito distante da outra, embora a equipe esteja na lanterna da chave. Isso porque, em caso de nova vitória diante do Santa Cruz, além de sair da zona de rebaixamento, os azulinos se aproximarão do G4 do Grupo A.

Dessa maneira, mais confiantes do que nunca, o grupo de jogadores ratifica que um novo triunfo hoje irá comprovar a reação. “Temos que pensar primeiro em sair da zona, antes de pensar em classificação. Mas fazer a segunda vitória dá mais moral, porque estamos próximos de sair da zona e conquistar os objetivos. É difícil, mas uma vitória fora nos guia para subir”, disse o lateral-direito Nininho.

Nininho, inclusive, que fez duas boas partidas nos últimos confrontos do Remo, servirá, também, como outro tipo de ferramenta, já que atuou durante boa parte da sua carreira na equipe pernambucana. Por isso, para o ala, a melhor forma de o Leão procurar a vitória é justamente partir para cima. “Temos que impor o nosso ritmo de jogo, colocar a bola no chão. Eles (torcedores) vão cobrar do time e isso pode deixar os jogadores nervosos, precipitados nas jogadas, o que pode ser positivo para nós. É jogar para vencer ou vencer”, detalhou o lateral azulino.

Adversário motivado

- Depois de passar três rodadas sem vencer, com direito a duas derrotas seguidas, na última apresentação o Santa Cruz conseguiu dar a volta por cima, ao golear o ABC-RN por 3 a 0, fora de casa. O triunfo foi de extrema importância para o time pernambucano, pois recolocou a agremiação no G4 do Grupo A. 

- Na tentativa de fazer o dever de casa hoje e, quem sabe, assumir até a vice-liderança, o treinador Roberto Fernandes contará somente com uma ausência no time titular: Sandoval, suspenso, dará vez ao zagueiro Augusto Silva. Para o treinador, que já passou pelo Leão, a partida é vista como um clássico. “Seja qual for à situação, o Remo é um gigante e merece nosso respeito. Vamos com o time forte para vencer”.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment