VIOLÊNCIA

Agredido por assessor de Coronel Nunes prepara duas ações judiciais

POSTADO EM: Sexta-Feira, 06/07/2018, 10:54:13
ATUALIZADO EM: 06/07/2018, 10:54:13

Alexandre Nazareno, engenheiro químico de 40 anos, não esqueceu a agressão que sofreu em um restaurante na cidade de São Petersburgo, na Rússia. Com a auxilio de advogados, ele entrou com duas ações em decorrência de uma confusão que envolve o Coronel Antônio Carlos Nunes de Lima, paraense que preside a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

De acordo com o UOL, Alexandre teria hostilizado Nunes na frente de seus familiares, quando a confusão foi iniciada. Ele foi agredido com um copo de vidro por Gilberto Barbosa, assessor do cartola. Com ferimentos na cabeça, o engenheiro teve quatro cortes e levou dezenas de pontos, além de ter o olho roxo.

Alexandre Nazareno, torcedor agredido por assessor de Coronel Nunes, presidente da CBF. (Foto: Reprodução)

Alexandre não deixou a Rússia, onde acompanha as partidas da seleção brasileira. Porém, ele obteve laudo médico sobre os procedimentos a que foi submetido na sequência da agressão que recebeu.

O engenheiro já se decidiu por um processo contra Gilberto e provavelmente terá uma segunda ação contra a CBF. Sobre ocaso, a entidade tomou apenas a providência de mandar Gilberto para o Brasil.

(Com informações do UOL)



COMENTÁRIOS mode_comment