NÃO VAI SUBIR...

Fim da linha para o Galo Elétrico

POSTADO EM: Segunda-Feira, 11/06/2018, 09:46:57
ATUALIZADO EM: 11/06/2018, 09:56:16

zoom_out_map
Reprodução

O Time de Tucuruí se despede da Quarta Divisão do Brasileiro com vitória de 3 a 1, em cima do Rio Branco-AC. O Placar não foi o suficiente para superar o resultado de ida, quando perdeu por 3 a 0
Técnico Sinomar Naves lamentou erros de finalização do Galo e o presidente Deley Santos prometeu pagar os salários em atraso da equipe. 

O Independente foi determinado para o jogo tarde de ontem, ao enfrentar o Rio Branco-AC, no estádio Navegantão, em Tucuruí pela volta do mata-mata da Série D do Campeonato Brasileiro. Contudo, a equipe paraense não conseguiu o resultado que precisava e deu adeus à competição. O Galo Elétrico precisava vencer o Estrelão por três gols de diferença para brigar pela classificação nas penalidades máximas, já que perdeu por 3 a 0 no primeiro jogo, mas a reação veio tarde demais, e o time de Tucuruí não avançou, apesar de ter saído de campo com o placar vitorioso de 3 a 1.

O Galo abriu a contagem logo aos três minutos do primeiro tempo, quando Edicleber encontrou Dadá na entrada da área, o meia chutou e fez o primeiro gol do time de Tucuruí. Depois disso, a equipe comandada pelo técnico Sinomar Naves perdeu várias oportunidades de esticar o placar. 

No segundo tempo, aos exatos seis minutos, o Rio Branco deixou tudo igual, fazendo o primeiro gol com Matheus Oliveira.Alguns minutos depois, o jogador Igor, do Estrelão, derrubou Pecel na área e o próprio atacante do Galo marcou o pênalti, que ampliou o placar para o Independente. 

Aos 42 minutos, a bola tocou no braço de um jogador do Rio Branco e mais um pênalti foi dado para o Galo, que marcou com mais um gol de Pecel. Mesmo com os cinco minutos de acréscimo, aequipe paraense não conseguiu marcar o gol que precisava para seguir adiante.

LAMENTAÇÃO

Na avaliação do técnico Sinomar Naves, o Independente perdeu a classificação no gol que deixou o Estrelão fazer. “Se tivéssemos tido mais competência nas nossas finalizações, seria ótimo, mas tomamos um gol em um descuido ”, avaliou. O presidente do clube, Deley Santos, garantiu ao fim da partida que que o time será desfeito e que esta semana inicia os pagamentos em atraso.

(K. L. Carvalho/ Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment