QUEM MANDA É ELE

Yago Pikachu estreia como capitão vascaíno e marca único gol da partida

POSTADO EM: Quinta-Feira, 31/05/2018, 10:57:19
ATUALIZADO EM: 31/05/2018, 11:00:49

zoom_out_map
Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Yago Pikachu foi mais uma vez responsável por ajudar o Vasco. Estreando com a braçadeira, o paraense se tornou o “dono do time”. Nesta quarta-feira (30), o artilheiro do Vasco em 2018 com 11 gols marcados, marcou o gol da partida contra o Paraná-PR, em São Januário (RJ), pelo Campeonato Brasileiro.

O jogador recebeu a notícia de que iria ser capitão vascaíno no jogo do técnico Zé Ricardo, que contou como foi o papo com Pikachu.

“O Yago é um menino maravilhoso e dócil. Eu conversei com ele na minha sala e disse que seria o capitão nessa partida. Está há três anos no clube e merecia esse momento. Pedi que tivesse liderança com o grupo, já que estamos com tantos jovens”, explicou Zé. 

O treinador ainda avaliou a atuação do volante Andrey que fez o lindo lançamento para o gol da vitória e também pediu a compreensão do torcedor nesse momento.

“O Andrey é um garoto feito em casa e soube absorver a cobrança durante o jogo. A jogada do gol foi muito bonita. Ele foi muito feliz no passe e nós treinamos sempre essa jogada. Eu peço que a torcida continue nos apoiando e tendo paciência. Não é da noite para o dia que vamos conseguir montar uma equipe com tantos desfalques”, disse o treinador. 

Em paralelo, outro paraense não teve uma atuação tão boa no jogo. Giovanni Augusto desperdiçou a oportunidade de ampliar o placar. Ao cobrar uma penalidade no segundo tempo, o paraense não teve resultado desejado.

"Perdemos um pênalti e depois ainda surgiu outra chance. A partida foi muito difícil, contra um time que não está jogando mal. Por isso, eu digo que essa vitória foi um grande resultado", reforçou.

Yago e Andrés Ríos são os cobradores oficiais da equipe, porém Giovanni pediu a bola e cobrou, o goleiro Thiago Rodrigues defendeu. Zé Ricardo afirmou que irá conversar com o meia. “O Giovanni Augusto chamou a responsabilidade para ele. Ele errou, no meu ponto de vista. Ainda não conversei. Amanhã vou conversar com ele. Os batedores eram Andrés Ríos e Pikachu. Não tem por que eu sair do banco e gritar porque se quem eu coloco perde, fica pior”, disse o comandante.

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment