CONFIANTE

Preparação mental para afastar pressão é estratégia de Lyoto Machida

POSTADO EM: Quinta-Feira, 10/05/2018, 11:23:20
ATUALIZADO EM: 10/05/2018, 11:31:26

zoom_out_map
Reprodução

Há 15 temporadas competindo no MMA, Lyoto Machida tenta mais uma vez se reerguer no UFC. Com luta marcada para este sábado (12), o Dragão sabe bem como lidar com a pressão e com seus medos, principalmente pelo código de conduta dos samurais.

Aos 39 anos, o lutador garante que para o combate do UFC 224, contra Vitor Belfort, está psicologicamente bem. “Vai de cada um, mas eu acredito muito que existe uma preparação para tudo. Você tem uma preparação para estar aqui e tem uma preparação para o dia-a-dia da sua vida. Então, você tem que se preparar mentalmente, acho que o aspecto mental é o mais importante. E, claro, se estou prestes a fazer uma luta e eu não tive um bom camp, a confiança cai e o diálogo interno começa a aparecer. Controlar o medo é algo muito mental", apontou em conversa com a reportagem do UFC.

Lyoto garante que o combate será digno da torcida: "O cenário é ter uma luta movimentada e conseguir um nocaute. Mas isso é uma coisa difícil de prever e escolher, então você tem que estar preparado para qualquer situação do combate".

Na quarta-feira (09) rolou o treino aberto do evento. Em um shopping localizado na Barra da Tijuca, alguns lutadores tiveram contato com o público. O Dragão foi o primeiro a se apresentar. Iniciando a movimentação ao som do cantor Bruno Mars, Lyoto fez alongamento com o técnico Vinicio Anthony e em seguida treinou com o irmão, Chinzo Machida.

Na apresentação, o lutador mostrou joelhadas voadoras e a defesa de entrada nas pernas bem treinadas. “Pedi ao UFC para, sempre que tiver evento no Brasil, eu participar. Já lutei muito lá fora, quero lutar mais aqui também. No sábado eu vou dar o meu melhor até o último minuto”, finalizou.

(Com informações do UOL)



COMENTÁRIOS mode_comment