VEM COM TUDO

Nininho chega hoje e, com a má fase de Levy, já se candidata ao time titular

POSTADO EM: Quarta-Feira, 09/05/2018, 07:54:54
ATUALIZADO EM: 09/05/2018, 07:54:54

zoom_out_map
Divulgação

Na noite de ontem, o departamento de futebol do Clube do Remo surpreendeu boa parte da sua torcida ao anunciar de forma repentina, através do site oficial da agremiação, uma nova contratação para a sequência do time no Campeonato Brasileiro da Série C: o lateral-direito Nininho, de 26 anos, transferido do Red Bull-SP, onde atuou na disputa da elite paulista em 2018. Com a chegada do ala, a expectativa agora é que o clube anuncie, ainda no decorrer dessa semana, a integração de mais dois profissionais, nas posições de ataque e meio de campo.

Nininho, que chega hoje em Belém, vem ao Leão para brigar diretamente pela vaga de titular na lateral direita, uma vez que Levy não tem rendido na posição desde a sua volta à equipe. Inclusive, o veterano tem perdido espaço para, entre uma partida e outra, o garoto Gustavo, mas que também ainda não se encontrou na disputa da Terceirona.

O profissional é o quinto reforço azulino para o Nacional e chega com o aval direto de Givanildo Oliveira, treinador do Remo, com quem trabalhou no Brasileiro da Série B do ano passado, no Santa Cruz-PE.

Embora seja um jogador que ocupa bem as duas metades do campo, Nininho tem como principal característica a defesa, ponto carente na ala direita. Mesmo atuado em apenas seis partidas em 2018, o jogador manteve certa regularidade nas temporadas passadas, somando mais de 90 partidas nos últimos cinco anos. Inclusive, em 2013, o lateral foi titular na trajetória do Santa Cruz-PE que culminou com o título da Série C de 2013, além do Estadual do mesmo ano.

Conforme as últimas contratações, a diretoria de futebol deverá se posicionar sobre o reforço apenas na coletiva à imprensa. Todavia, os cartolas já adiantaram que Nininho chega com requisitos à altura da agremiação. “O torcedor pode esperar por jogadores de qualidade. Estamos trabalhando para isso, com calma, para não meter os pés pelas mãos”, destacou o gerente de futebol do clube, Ari Barros.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment