EM ALERTA

Em prova de fogo contra o Santa Cruz, Remo espera fazer bonito dentro de casa

POSTADO EM: Quarta-Feira, 02/05/2018, 07:49:26
ATUALIZADO EM: 02/05/2018, 07:56:13

zoom_out_map
Irene Almeida

Realizadas as três partidas consideradas amenas pela fase de grupos da Série C, devido ao grau de fragilidade dos adversários (e a consequente frustração do torcedor), a partir do próximo sábado (4) o Clube do Remo dará início aos combates mais “cascudos” no certame, cuja conquista de pontos é avaliada como vital para a subida do time na tabela. A primeira prova fogo é justamente diante de um dos favoritos ao acesso e o título do campeonato, o Santa Cruz. E, apesar de não ter realizado boas apresentações no Nacional, os azulinos contam com o retrospecto positivo como mandante na Terceira Divisão para retornar ao caminho das vitórias.

Além do mais, frente à equipe pernambucana, o Clube do Remo almeja legitimar o seu espaço e grandeza na chave. Por isso, para o grupo de jogadores, apesar da dificuldade natural que será encontrada ao longo dos 90 minutos em campo, esse é o momento de ratificar o favoritismo azulino em casa. “É uma grande equipe, mas para mim o favorito, o ‘bam-bam-bam’ é o Remo. Estamos trabalhando no Remo, sei da qualidade da minha equipe. Infelizmente, não conseguimos fazer três jogos bons como queríamos, mas confio na minha equipe. O campeonato é longo, é procurar trabalhar, focar, para fazer grandes jogos. Aqui somos fortes e vamos jogar para vencer”, disse o zagueiro Mimica.

A confiança do defensor em conquistar uma vitória em Belém se deve ao fato do time crescer na capital paraense, a exemplo dos resultados satisfatórios obtidos na atual temporada, com nenhuma derrota acumulada no Mangueirão. Além disso, no histórico azulino pela Série C, a partir do ano de 2016, o Leão, apesar das inconstâncias, teve resultados agradáveis jogando no Olímpico do Pará. “Dentro da sua casa quem tem que mandar é você, né? Com a gente não é diferente, é procurar dentro de casa somar os três pontos”, destacou o beque.

Único atleta a ter disputado todos os jogos na Série C como titular absoluto na zaga, para a partida contra o Santa Cruz, Mimica terá, pela quarta vez seguida, um companheiro distinto, já que Bruno Maia foi expulso no duelo diante do Juazeirense e irá cumprir suspensão automática. Para Mimica, apesar da rotatividade no setor, quem entrar em campo terá a competência para dividir as tarefas na defesa. “Jogar o Martony, o Moisés ou o Kevem, todos estão bem para fazer um bom comigo lá. É trabalhar sempre, porque o preparo sempre vai vir junto, e quem entrar vai saber ajudar o outro a vencer”, pontuou.


(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment