SAUDADE

Clubes homenageiam atacante Aru nas redes sociais

POSTADO EM: Sexta-Feira, 30/03/2018, 15:05:57
ATUALIZADO EM: 30/03/2018, 15:33:36

zoom_out_map
Mário Quadros / Diário do Pará

Assim que foi confirmada a morte do atacante Aru, de 31 anos, nesta sexta-feira (30), clubes e atletas postaram nas redes sociais homenagens ao jogador que defendeu vários clubes do estado.

Primeiro clube índigena do país, o Gavião Kyikategê prestou uma homenagem ao seu ex-atleta. Aru foi destaque do time na participação da equipe no Parazão 2014.

 

Outro time da região, o Águia de Marabá também manifestou seu pesar sobre a morte do atleta.

 

Quem também homenageou o jogador foi o São Raimundo de Santarém, clube defendido por Aru, em 2012, que por meio de nota manifestou seu pesar.

VEJA A NOTA

Com profundo pesar, o São Raimundo Esporte Clube informa e lamenta o falecimento do atacante Indígena Paulo Aritana Sompre, conhecido como Aru. Ele era um dos líderes do Gavião Kyikatejê – nome do clube e da tribo que fica no município de Bom Jesus do Tocantins, distante cerca de 450 quilômetros da capital Belém.

Aru teve passagem pelo pantera no ano de 2012 na disputa do Campeonato Paraense. O indígena, que tinha 31anos, faleceu nesta sexta-feira (30) vítima de um acidente de carro na Rodovia BR-222, entre os Bairros São Félix e Morada Nova, próximo ao Residencial Tiradentes, em Marabá.

O São Raimundo Esporte Clube lamenta profundamente o ocorrido e se solidariza com os familiares, amigos e profissionais que conviveram com uma pessoa de grande caráter e profissional exemplar.

 

Aru morreu em um acidente automobilístico nesta sexta-feira (30) após seu carro se chocar com um caminhão, em uma estrada próximo a cidade de Marabá, no nordeste do estado.

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment