EM EVOLUÇÃO

'Efeito Giva' tem sido positivo e Remo engrena de forma confiante

POSTADO EM: Terça-Feira, 13/03/2018, 08:37:08
ATUALIZADO EM: 13/03/2018, 08:37:08

zoom_out_map
Irene Almeida/Diário do Pará

Até a sexta rodada do Estadual, ocasião em que o Clube do Remo saiu derrotado por 3 a 2 para o Bragantino, em Bragança, inúmeros fatores negativos foram listados sobre o grupo do Remo. Falta de qualidade e dedicação em campo; desorganização tática e apatia foram os principais. Àquela altura, os quatro jogos sem vitória do time, além das limitações, apontavam uma dificuldade que passa ser superada, acredita a equipe. 

“Precisamos ser sinceros, estávamos inseguros. Nada dava certo, a cobrança vinha forte e precisamos de resultados. Isso afetou a gente. Bateram na gente, mas futebol é isso. Acredito que agora estamos demonstrando o nosso potencial, ainda estamos longe, mas estamos evoluindo”, disse o zagueiro Bruno Maia. “Essa vitória diz muito, e o nosso rival aumentou a nossa vitória pela situação. Temos nossa confiança de volta e isso é muito importante para os próximos jogos”.

Ainda de acordo com o defensor, a sequência positiva de três triunfos no Estadual, além de mais uma vitória sobre o rival, eleva a moral do grupo. “Pezinho no chão. Não ganhamos nada, mas precisamos comemorar essas coisas. Isso nos dá moral para seguirmos vivos na competição. O Remo é um time muito grande. Se mantivermos essa pegada, só vamos parar no titulo”, projeta Maia.

MOMENTO 

Para o goleiro Vinícius, um dos protagonistas no triunfo azulino no Re-Pa de domingo (11), o time soube aproveitar a ocasião. “Na vida tudo é momento. Você perde, você ganha. O que não pode é deixar a peteca cair. Digo que esse é o momento da nossa equipe, porque estamos bem, mostrando serviço. Encerramos a invencibilidade de dois times fortes da competição. Com muita sabedoria e fé em Deus vamos continuar nessa caminhada que é muito importante pra gente”, disse. “Nosso time está de parabéns, nossa torcida que nos apoia também. Vamos atrás desse titulo que é muito importante pra gente”, completou.

OUTRA POSTURA

Embora os jogadores do Clube do Remo tenham exibido garra nos últimos três jogos feitos pela equipe, um nome vem sendo apontado como motivador da mudança repentina do Leão: Givanildo Oliveira, treinador do time. À frente da comissão técnica em apenas duas partidas, contudo, desde o anúncio da contratação de Giva, a postura dos atletas tem mudado para melhor. O jeito durão do comandante ajuda no choque de realidade no plantel. Por outro lado, o carisma e a facilidade de impor seus conceitos, também é levado em conta.

O treinador remista tem conseguido mostrar exatamente o que quer dos atletas nos jogos. Com isso, no clássico Re-Pa de domingo, o treinador ampliou sua série invicta em clássicos sob o comando do Leão em cinco vitórias em sete jogos disputados.

MOTIVAÇÃO

Para os jogadores, a estrela só brilha para quem merece destaque. “É uma experiência muito boa poder fazer parte de um grupo com o professor Givanildo. Um cara que dispensa apresentação. Certeza que ele vai nos levar a títulos, assim como vamos ajudar ele. Um cara que ensina muito e que merece estar onde está”, disse o meio-campista Adenilson.

“Até falei sobre isso, mas a experiência é importante para avaliação que nós teremos do grupo daqui pra frente. É avaliar, estudar. Mas o nosso objetivo como equipe é entrar em campo para vencer. Futebol é resultado, não tem mistério. O time tem apresentando um nível bom e vamos trabalhar para melhorar”, pontuou Giva.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment