FOCO TOTAL

'Clima de Re-Pa' impera no Clube do Remo

POSTADO EM: Quinta-Feira, 08/03/2018, 08:18:27
ATUALIZADO EM: 08/03/2018, 08:19:20

Em véspera de clássico, os jogadores do Clube do Remo não escondem a ansiedade para a partida. Longe disso. Na realidade, os atletas fazem questão de ressaltar o pensamento intenso para o confronto de domingo (11), pela nona rodada do Estadual. O foco, segundo os profissionais, permite ao grupo o controle emocional, além da busca pela perfeição nos treinamentos, algo que deverá ser colocado em prática ao longo dos 90 minutos de partida. 

Mimica destaca a rivalidade e a importância de sair vitorioso no clássico (Foto: Irene Almeida)

Para o zagueiro Mimica, o trabalho e a concentração, juntamente com outros fatores serão a chave para o triunfo. “Semana de clássico é assim. Graças a Deus pude disputar alguns na minha carreira e sei muito bem como é. Aqui a rivalidade é muito grande, e isso nos faz querer ser melhores. É trabalhar, porque só assim vamos chegar bem, motivados. Espero ajudar o meu time a sair novamente com a vitória e dar mais um passo na competição. É trabalhar agora, fazer o que professor diz e correr dentro de campo”, explicou Mimica.

EMOCIONAL

Bruno Maia, companheiro de zaga de Mimica, também comentou sobre o clima de Re-Pa. De acordo com Bruno, apesar dos ânimos, esse é o momento de se manter calmo e procurar atender aos pedidos do treinador. “Clássico diz muito. Para quem ganha é ótimo, para quem perde é horrível. Tivemos a felicidade de vencer o primeiro e estamos atrás disso. É manter o emocional bem, não atropelar as coisas que o trabalho aqui (treino) rende. Estamos em numa boa fase e esperamos manter essa pegada no domingo”, disse o zagueiro azulino.

E MAIS...

- Do atual plantel do Clube do Remo, o lateral-esquerdo Jefferson Recife, que tem atuado comumente no meio de campo devido à sua versatilidade, pode ser uma das poucas surpresas da equipe. Apesar da desenvoltura no gramados, o atleta ainda não garantiu vaga na onzena titular, mesmo participando de todas as partidas. 

- Para o jogador, o importante é ajudar o Leão. “Fico feliz, sabe? Meu objetivo é esse: mostrar minha capacidade e ajudar o meu grupo”, disse. “Nosso grupo é formado por jogadores de qualidade e cada um tem que fazer por merecer o espaço. Me dedico bastante e com chegada do professor Givanildo, sei que tenho muito a melhorar” adiantou.

- Autor de um dos gols na vitória do Remo sobre o Independente, pela oitava rodada, o jogador disse que pretende repetir o faro de gol no clássico contra o Paysandu, no próximo domingo. “Marcar gol sempre é bom. Fui feliz em aparecer na área no jogo. sou uma opção de velocidade, e se os companheiros me acharem na área vou brigar para fazer outro”, destacou Recife

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment