INVENCIBILIDADE

Givanildo Oliveira nunca perdeu Re-Pa pelo lado azulino

POSTADO EM: Quarta-Feira, 07/03/2018, 13:24:13
ATUALIZADO EM: 07/03/2018, 18:28:59

zoom_out_map
Samara Miranda / Remo

Apesar de ter uma história de glórias no Paysandu Sport Club, o atual técnico do Remo, Givanildo Oliveira, ostenta um tabu de invencibilidade diante do clube bicolor: em clássicos, o treinador pernambucano nunca perdeu para o Papão enquanto estava no comando azulino.

No currículo geral do Re-Pa, Givanildo Oliveira esteve em 36 partidas como treinador de um dos Reis da Amazônia. Ele teve 16 vitórias, 15 empates e apenas cinco derrotas; dentro desses números, o treinador contabiliza quatro vitórias, dois empates e nenhuma derrota quando jogou liderando o Leão.

O primeiro clássico Rei da Amazônia do treinador foi em 1987, quando estreou com vitória por 1 a 0, pelo lado bicolor. Givanildo Oliveira iniciava a trajetória do título alviceleste daquela temporada.

Do lado azulino, o técnico comandou o time em 1993, quando o Remo conseguiu o título paraense invicto. O treinador teve vitórias dentro da Curuzu e no Baenão, já que o Mangueirão estava fechado naquele período para reformas.

O último Re-Pa que teve Givanildo Oliveira como treinador ocorreu em março de 2008. Na ocasião, ele comandava um Paysandu invicto no torneio, porém o time acabou sendo derrotado pelo Remo por 2 a 1, na estreia de Arthur Oliveira no comando técnico azulino.

Neste domingo (11), Givanildo Oliveira irá comandar o Remo em um Re-Pa pela sétima vez na carreira. Uma vitória garante o Leão na semifinal do Parazão.

O clima de rivalidade é grande, pois os bicolores querem a forra após a derrota no último clássico.

(Diego Beckman/DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment