NADA DE FOLGA

Cametá: Vai ter muito trabalho na terra do carnaval

POSTADO EM: Segunda-Feira, 12/02/2018, 08:12:10
ATUALIZADO EM: 12/02/2018, 08:12:10

zoom_out_map
Divulgação

Écarnaval e o município de Cametá recebe milhares de visitantes para curtir os tradicionais bloquinhos durante toda a semana. A cidade não dorme, muito menos os meninos do time da cidade, o Mapará, mas que, em vez de desfilarem pelas ruas esbanjando simpatia carnavalesca, estão concentrados, treinando em período integral desde o último sábado (10). Os jogadores estavam em greve por causa dos salários atrasados, mas receberam na última sexta-feira (9) e, desde então, iniciaram o processo intenso de treinos, já que não trabalharam a última semana.

De acordo com o técnico Ferrete de Jesus, esse feriado será intenso. “Precisamos correr atrás do tempo que perdemos. Nós entendemos que a greve deles foi legítima, mas nesse momento eles também precisam entender que o Cametá precisa sair da situação que está na tabela e, para isso, precisamos usar todo o tempo disponível”, ressaltou o técnico, que perdeu três jogadores, desligados do time. “O atacante Rael, o lateral Andrelino e o zagueiro Franck Douglas foram desligados porque não estavam comprometidos com o clube. As últimas atitudes deles não estavam condizentes a um comportamento profissional. Demos uma chance para ver se a postura ia mudar, mas nada aconteceu e optamos por encerrar o vínculo”, pontuou Ferrete.

Com três jogadores a menos, o clube vai precisar repor, e para isso já está sondando dois jogadores para contratação imediata. “A gente sabe que a essa altura todos os bons jogadores já estão empregados, e estamos buscando com critério”, ressaltou.

A equipe joga contra São Raimundo, domingo (18), pela sexta rodada do Estadual. O Mapará amarga a última colocação do Grupo A1, com dois pontos.

(K.L. Carvalho/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment