JOGÃO

Bragantino e Castanhal abrem quarta rodada do Campeonato Paraense

POSTADO EM: Sábado, 27/01/2018, 09:53:41
ATUALIZADO EM: 27/01/2018, 09:58:45

O Bragantino recebe hoje, às 16h, o Castanhal, no estádio Diogão, em Bragança, na abertura da quarta rodada do Campeonato Paraense. O Tubarão, que vem de uma vitória em cima do Paragominas, tem uma situação confortável na partida diante do Japiim da Estrada, que ainda não conseguiu ganhar nenhum jogo na competição e está na lanterna do grupo A2 com apenas um ponto, enquanto a equipe do técnico Artur Oliveira soma seis pontos.

O técnico do Tubarão preferiu não revelar o time que vai entrar em campo. “Vai ser surpresa”, frisou o comandante, que ainda não sabe se poderá contar com os atacantes Aslen, Marcelo Maciel e Rodrigo Reis, que se lesionaram na última partida. Sobre o jogo de hoje, Artur antecipou ainda sua expectativa. “Nosso pensamento é sempre de entrar em campo respeitando todas as equipes, principalmente dentro de casa, onde ainda não perdemos”, ressaltou.

AZULÃO X PEBAS

O outro jogo no mesmo horário é entre Águia e Parauapebas, no estádio Rosenão, em Parauapebas. O mando de campo é do Azulão, que ainda não teve o estádio Zinho Oliveira, em Marabá, liberado para estrear diante da torcida na competição, mas o grupo segue confiante para a partida de 16h. 
“Precisamos ter tranquilidade para entrarmos em campo, já que a equipe do técnico Léo Goiano é muito boa. Vai ser um jogo muito difícil”, pontuou o técnico do Águia, João Galvão.

Pantera x Galo

O São Raimundo volta a jogar diante da torcida e recebe às 20h, no estádio Barbalhão, em Santarém, o Independente de Tucuruí, que continua invicto na competição e atualmente soma sete pontos na tabela, ocupando a segunda colocação do Grupo A1, atrás somente do Paysandu.

O Pantera vem de duas derrotas, mas se mantém na segunda colocação do Grupo A2 com três pontos. Na avaliação do técnico Vladimir de Jesus, a equipe precisa fazer um bom duelo para manter a posição que ocupa no grupo. “A expectativa é sempre de vitória. Já assimilamos o golpe de derrota para o Paysandu”, ponderou o técnico

(K.L. Carvalho/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment