ANÁLISE

Técnico bicolor prevê dificuldade na estreia

POSTADO EM: Sexta-Feira, 12/01/2018, 20:18:03
ATUALIZADO EM: 12/01/2018, 20:18:03

zoom_out_map
Divulgação/Paysandu

Com tão pouco tempo de preparação do time - apenas 12 dias -, o Paysandu terá dificuldades em seu jogo de estreia no Parazão, na próxima quarta-feira (17), contra o Parauapebas, às 20h30, na Curuzu, em Belém. A previsão é do técnico Marquinhos Santos.

De acordo com a análise feita pelo comandante bicolor, independentemente do resultado da partida, favorável ou não ao Papão, a equipe listrada ainda apresentará deficiências em campo, sobretudo no aspecto físico. "Mesmo que a gente tenha uma vitória na estreia, ainda não teremos o futebol ideal", afirmou o treinador.

Em seu discurso, Marquinhos ressaltou que ele e o restante da comissão técnica do clube buscam a preparação do elenco para toda a temporada 2018. "Não estamos pensando em uma preparação para a estreia ou para o Re-Pa, mas sim para toda a temporada", afirmou.

O treinador já havia previsto, antes, um Parazão bem disputado, com as equipes de menor porte, devendo dar trabalho aos principais postulantes ao título do Estadual. "Alguns desses adversários estão vindo da disputa da Segunda Divisão e, portanto, estão, pelo menos aparentemente, melhor preparadas", argumentou.

ATRASO

O treinador também lembrou que dos 10 clubes participantes do campeonato, por uma questão de calendário, o Paysandu foi o último a começar a sua fase de preparação para o campeonato. "Por isso, de uma certa maneira, os adversários começam em vantagem, mas podemos superar essa dificuldade", comentou. Santos corre para tentar ajustar a sua equipe para a estreia no Estadual, ministrando quase que diariamente treinamento em dois turnos para o elenco.

Na sexta-feira (12), num dos poucos dias em que o elenco se movimentou em apenas um período, a equipe bicolor enfrentou, em jogo treino, na Curuzu, o Curuçá Esporte Clube, equipe amadora da cidade homônima. Foi o único jogo de preparação dos bicolores, que voltam a treinar neste domingo, na segunda-feira e na véspera da partida contra o Pebas.

(Nildo Lima/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment