DEBANDADA GERAL?

Sérgio Dias deixa futebol do Leão Azul, mas presidente não aceita pedido

POSTADO EM: Segunda-Feira, 11/09/2017, 12:40:17
ATUALIZADO EM: 11/09/2017, 13:06:00

zoom_out_map
Mário Quadros / Diário do Pará

Depois da saída de Marco Antônio “Magnata”, o Clube do Remo teve mais um diretor que está saindo da comissão de futebol: trata-se de Sérgio Dias, que entregou sua carta de renuncia da direção do clube, nesta segunda-feira (11), na sede social do clube, no bairro de Nazaré, em Belém.

Em entrevista ao repórter Paulo Caxiado, da Rádio Clube do Pará, o ex-dirigente revela o motivo de sair do cargo, após a eliminação do time no Campeonato Brasileiro da Série C, mas o dirigente revela que Manoel Ribeiro, presidente do Remo não aceitou a sua saída.

“Estou entregando a carta de renúncia ao presidente Manoel Ribeiro, por conta dessa violência que estão fazendo em cima de mim. Fiz de tudo para o Remo se classificar e lamento a eliminação do clube”, diz o dirigente.

"Entreguei a carta, mas o seu Manoel não aceitou o pedido. Vou aguardar a decisão final sobre este caso e além dele, outros dirigentes também pedem para que eu permaneça no clube", completou.

Sérgio Dias revelou ainda que o Remo está conversando com dois jogadores para a temporada 2018.

“Já teve conversas com o goleiro Vinicius, que gostou muito de Belém e do clube, assim como o zagueiro Martony”.

Sérgio Dias também acumulava a função de gerente de estádio, cargo este que era ocupado por Fernando Oliveira, porém por motivo de saúde, o dirigente pediu licença do cargo.

(DOL, com informações da Rádio Clube do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment