FUTEBOL RAÍZ

Com estádio da Javari lotado, Juventus goleia a Portuguesa em 'clássico raíz' de São Paulo

POSTADO EM: Domingo, 10/02/2019, 11:10:03
ATUALIZADO EM: 10/02/2019, 12:29:08

zoom_out_map
Divulgação

Com a Javari lotada, o Juventus goleou a Portuguesa por 4 a 1 na manhã deste domingo, pela sexta rodada do Campeonato Paulista da Serie A2. Em um jogo movimentado, o Clássico dos Imigrantes aconteceu sob um forte sol no bairro da Mooca.

O Juventus teve o apoio de sua torcida, que praticamente esgotou os ingressos na Rua Javari. Além disso, contou com a expulsão de Hudson, pelo lado da Lusa, e aproveitou a vantagem numérica para vencer a partida.

Com o resultado, o Moleque Travesso chegou aos nove pontos e agora ocupa a 8ª colocação, entrando na zona de classificação. Já a Lusa, se complicou e estacionou nos quatro pontos, na 12ª colocação.

Aos quinze minutos, o Moleque Travesso abriu o placar com o camisa 9 Adilson. O centroavante recebeu cobrança de escanteio na primeira trave e, livre de marcação, subiu para cabecear no canto oposto do goleiro.

<blockquote class="twitter-tweet" data-lang="pt"><p lang="en" dir="ltr">Acabou!!!! <a href="https://t.co/IJd1oUCtG0">pic.twitter.com/IJd1oUCtG0</a></p>&mdash; C.A. Juventus (@oficialjuventus) <a href="https://twitter.com/oficialjuventus/status/1094595663436894210?ref_src=twsrc%5Etfw">10 de fevereiro de 2019</a></blockquote><script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>

O jogo complicou ainda mais para a Lusa apenas dez minutos depois do gol. O lateral Hudson, que já tinha amarelo, cometeu falta dura em cima de Potiguar e foi expulso.

Logo no início do segundo tempo, a Portuguesa conseguiu o gol de empate. Aos 4 minutos, Gerley cobrou escanteio e Lucas Bahia subiu mais alto que toda a zaga juventina para empatar.

Mas logo no minuto seguinte, Adilson recebeu na entrada da área, passou bem pelo marcador e, quase sem ângulo, bateu com categoria, colocando o Juventus novamente em vantagem.

O terceiro gol veio com Medina, aos 15. Cesinha fez boa jogada pela direita e chutou forte. O goleiro Rafael Paschoal espalmou mal, para o meio da área, e a bola sobrou para o camisa 7 apenas escorar para o fundo das redes.

Ainda deu tempo de Cesinha, aos 46 minutos, fazer o quarto e fechar a goleada antes do apito final do árbitro.

Fonte: Gazeta Esportiva



COMENTÁRIOS mode_comment