SÉRIE C

Na penúltima rodada disputada, Remo encontra o salvador da pátria

POSTADO EM: Quarta-Feira, 08/08/2018, 08:00:06
ATUALIZADO EM: 08/08/2018, 08:00:06

zoom_out_map
Fábio Will/Remo

Antes de a bola rolar no estádio Cornélio de Barros, no interior de Pernambuco, na última segunda-feira (7) à noite, a confirmação do time titular do Clube do Remo deixou muito torcedor azulino nervoso por um nome específico na onzena principal: a entrada do atacante Jayme, que não atuava desde a 13ª rodada da fase de grupos da Série C, pela sua oscilação em campo quando acionado. Porém, ao final do confronto, o tom dos comentários em cima de Jayme foi diferente. Autor do único gol do triunfo de 1 a 0 sobre o Salgueiro, o profissional de 25 anos passou de uma opção comum a salvador da pátria, já que o seu tento foi o responsável por garantir o Leão em mais uma temporada na Série C.

 Obviamente que o fato de ter ajudado a afastar a agremiação da Série D foi a maior conquista no duelo pela 17° rodada. No entanto, o gol de fora da área do atacante teve outras consequências, como proporcionar ao time a terceira vitória seguida, algo inédito até então, e encerrar o jejum de vitórias contra o Salgueiro; além disso, rebaixou o adversário à quarta divisão nacional.

Embora criticado pela torcida e pela própria crônica esportiva, essa não é a primeira vez que o jogador salva o Remo de uma situação adversa. Há quase um ano, na Série C de 2017, o próprio Jayme marcava o gol que, para muitos, foi o responsável pela permanência do time na Série C, ao empatar o jogo aos 35 minutos do segundo tempo, contra o Moto Club, fora de casa. De acordo com o jogador, os seus esforços foram recompensados. “Só eu sei o que passei. Fiquei alguns jogos sem jogar, sem ser relacionado. Mas toda honra e glória a Deus, porque eu trabalho todos os dias para demonstrar o meu potencial. A bola não cai no meu pé e entra, eu me dedico e pude ajudar a minha equipe a escapar disso (Z2)”, revelou o atacante.

FICHA DO JOGADOR

Nome: Jayme Juan Alves da Silva
Idade: 25 anos
Posição: atacante
Gols na carreira: 19 (13 pelo Remo), em seis anos como profissional
Títulos: Parazão (Remo / 2018); Segundinha (Pinheirense / 2016)

Um caso de amor e ódio com a torcida

A importância do atacante Jayme em momento decisivos do Remo, especialmente nas temporadas 2017-18, é algo que não escapará da memória do torcedor pelos próximos meses. Como destacou o remista Cássio Mendes, biomédico, reiterando a tese de que os valores da terra precisam de mais atenção. “Sempre é assim, o time monta um time caro, mas é a base que soluciona. Temos que dar oportunidades para eles. Espero que esse ano sirva de aprendizado. Ele (Jayme) é jovem e com mais paciência pode nos ajudar e muito”, destacou o torcedor. No entanto, como era de se esperar, a relação com a apaixonada e exigente torcida azulina segue sujeita a intempéries. “Entendo que livrou a cara do Remo, mas não pode fazer festa. Isso é muito pouco para a grandeza do Remo. Eles tinham deixado o time em uma situação complicada, e eles apenas ajeitaram”, disse o aposentado José Agostinho.

Embora tenha anotado apenas o seu segundo gol pela Série C desse ano, Jayme ajudou a base remista a conquistar um saldo importante. Das seis vitórias do Leão nessa fase do Nacional, a prata da casa balançou as redes em seis dos onze gols marcados. Média de 1 um tento a cada vitória. Os gols foram marcados por Jayme (2) e Gabriel Lima (4). O restante foi anotado por Isac (2), Mimica (1), Dedeco (1) e Rodriguinho (1).

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment