FEZ FEIO, PAPÃO

Paysandu é goleado pela Ponte Preta-SP dentro da Curuzu

POSTADO EM: Terça-Feira, 07/08/2018, 23:54:32
ATUALIZADO EM: 08/08/2018, 00:06:29

zoom_out_map
Fernando Torres/Paysandu

O Paysandu foi goleado dentro de casa na 20ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite desta terça-feira (7), os bicolores estiveram muito abaixo do esperado pela torcida e perderam por 4 x 0 para a Ponte Preta-SP, em confronto marcado por muitos protestos do torcedor nas arquibancadas da Curuzu.

Confira como foi o lance a lance!

A Ponte marcou dois gols ainda no primeiro tempo, com Nathan e Júnior Santos. Na etapa final, mais duas bolas na rede, novamente com Júnior Santos e Hyuri. 4 x 0.

Mesmo com a derrota, o Paysandu permaneceu momentaneamente na 11ª posição, com 24 pontos, mas com um jogo a mais em relação a muitos dos concorrentes de Segundona, que ainda entrarão em campo.

Na próxima rodada, a chance de reabilitação será diante do Londrina-PR, na sexta-feira (17), a partir de 19h15, fora de casa.

O JOGO

O Paysandu fez um primeiro tempo para qualquer torcedor esquecer. Sem objetividade e travado na marcação do adversário, os bicolores viram a Ponte Preta-SP ter estratégia mais feliz e descer para o intervalo com a vitória parcial no placar.

O time de Guilherme Alves começou entusiasmado e partindo para cima, criando as principais oportunidades de gol nos primeiros 10 minutos. Seja com Thomaz, em chute perigoso, ou em cobrança de falta de Pedro Carmona, o Papão pdoeria ter saído na frente.

A Macaca de Campinas (SP), porém, foi mais feliz quando teve a grande chance para marcar. Em jogada na área do Paysandu, a bola sobrou para o volante Nathan, que completou para o fundo da rede. 1 x 0.

Parceria que o Paysandu buscaria reação e marcaria o gol de empate, mas foi a Ponte Preta que novamente aprontou. Dessa vez em jogada de Hyuri, pelo lado esquerdo, que deu passe de presente para Júnior Santos finalizar e aumentar a contagem. 2 x 0, placar que manteve-se até o intervalo.

PONTE CONFIRMA GOLEADA

O segundo tempo de partida teve o mesmo tom dos primeiros 45 minutos. O que deveria ser etapa de reação dos donos da casa, virou passeio da Ponte Preta-SP, que não tomou conhecido dos bicolores e aumentou o placar.

Aqui você vai encontrar materiais esportivos de todas as marcas. Camisas de grandes clubes nacionais e internacionais. Acesse e confira!

O terceiro gol não demorou para sair. Em novo lance pelas laterais, a Macaca mandou bola na área, que encontrou Júnior Santos, que novamente antecipou à marcação e desviou para a rede, sem chances para Renan Rocha. 3 x 0.

A partir daí, o que já era difícil ficou ainda mais. O torcedor, impaciente, ensaiou vários protestos. O time, nervoso, errava bastante e, como consequência, tomou o quarto gol. Em novo contra-ataque, Hyuri saiu de frente para Renan e chutou sem dificuldades para aumentar a goleada. 4 x 0.

O placar só não foi mais elástico porque a Ponte usou de certa soberba nos minutos finais e errou lances dentro da área do Papão por puro preciosismo, como em lance que quatro atacantes paulistas trocaram até passes de calcanhar, livres, mas não finalizaram para o gol.

No apito final do árbitro, muitas vaias para diretoria e time, e situação de tabela mais complicada.

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment