ÚLTIMA CARTADA

Clube do Remo: tem pacotão para evitar a queda

POSTADO EM: Quarta-Feira, 13/06/2018, 08:11:01
ATUALIZADO EM: 13/06/2018, 08:11:01

zoom_out_map
Samara Miranda/Remo

Para o returno da Série C, os profissionais do Clube do Remo esperam seguir na contramão do caminho feito pela equipe, na primeira metade da fase classificatória da competição, para poder dar um salto significativo na tabela e despachar qualquer chance de rebaixamento ao final das nove rodadas restantes. 

Em números, os azulinos precisam somar cerca de 16 pontos dos 27 que ainda disputará na competição. Porém, a resposta dada pelo atual plantel ratifica a incerteza quanto ao sucesso da empreitada. Dessa maneira, cientes das limitações em todos os setores, a diretoria de futebol da agremiação, ao lado da comissão técnica, engatilhou a última remessa de reforços para a temporada, com três jogadores: o volante Keoma, que inclusive treinou com o restante do grupo na tarde de ontem, o zagueiro Romário e o lateral-direito Bruno Limão. 

Como o prazo de inscrição para a Terceirona encerra na sexta-feira (15), os profissionais deverão ser anunciados oficialmente nos próximos dias.

Keoma, de 26 anos, é uma das apostas de Artur Oliveira, com quem trabalhou na campanha vitoriosa no Bragantino em 2017/18. Embora seu ofício seja o de volante, o jogador atua também mais avançado, exercendo o papel de meia. O nome do atleta era trabalhado desde a apresentação de Artur como técnico da equipe azulina. A última equipe do profissional foi o São Raimundo, por onde atuou em quatro partidas pela Série D. 

Em forma, o jogador passa a ser opção imediata na equipe principal, já que Dedeco está fora da partida contra o Atlético-AC por estar se recuperando de lesão grau 1 na coxa esquerda. Sendo assim, o novo atleta azulino precisa apenas ser regularizado.

ZAGA E LATERAL

Os outros jogadores que deverão ser anunciados são o zagueiro Romário e o lateral-direito Bruno Limão. Assim como Keoma, Romário trabalhou com Artur no Bragantino e teve o nome aprovado pelo técnico em várias oportunidades. O atleta chega para suprir as necessidades do setor defensivo, que é um dos mais precisam de auxílio, seja pela limitação técnica ou pela pura falta de opção. 

Já Bruno Limão, que jogou pelo São Raimundo e recentemente pelo Independente pela Série D, vem com bagagem de ter sido o ala mais regular no Estado. Em relação a esses jogadores, a diretoria não se pronunciou de forma oficial, no entanto, conforme uma fonte interna, os nomes dos profissionais são certos.

REGIONAIS

Em comum, os jogadores possuem experiência no futebol regional, portanto, conhecimento extra dos fatores típicos, dentro e fora de campo, principalmente em relação às cobranças no Leão, algo que pode ser positivo do ponto de vista dos cartolas. “Jogadores regionais nós temos também que olhar com carinho. Eu não posso fugir daquela linha de trazer jogadores de um nível acima da qual estamos nível de Série B. Mas são jogadores que merecem ser tratados com olhar diferente, são jogadores que precisam da nossa atenção, e que serão bem-vindos”, disse Ari Barros, gerente de futebol azulino.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment