BOLA PRA FRENTE

Clube do Remo: A reviravolta é possível? Para Mimica, sim!

POSTADO EM: Terça-Feira, 12/06/2018, 08:17:08
ATUALIZADO EM: 12/06/2018, 08:17:08

zoom_out_map
Fábio Will/Remo

O desempenho do Clube do Remo no primeiro turno da Série C foi decepcionante. Sem exibir o mínimo de padrão de jogo em campo, alterando, por vezes, a escalação/formação ao longo da competição, a equipe sofreu com a limitação dos jogadores, que apresentaram erros básicos do futebol, como marcação e, especialmente, finalização. Como consequência pela bagunça nas quatro linhas, o time virou a chave do certame na lanterna do grupo. No entanto, mesmo com a falta de evolução da equipe e pelas chances reais de rebaixamento, os atletas acreditam fervorosamente em uma guinada na tabela.

Um dos poucos jogadores que se destaca no grupo remista, o zagueiro Mimica, é um deles. De acordo com o defensor, por conta da fase negativa da equipe, que chegou à sua quarta derrota seguida no final de semana passado, as dúvidas e as desconfianças por parte da torcida são pertinentes e o time tem que ter mudança imediata de postura. Todavia, Mimica enxerga no momento a oportunidade de exibir a grandeza, tanto da agremiação como dos profissionais do plantel.

“Não tem muito que falar. Erramos e quando se erra tem que perder. É trabalhar e não abaixar a cabeça porque não somos derrotados. Vamos ter um jogo difícil contra o líder (Atlético-AC). Precisamos trabalhar e honrar essa camisa, porque o nosso grupo é de qualidade e vamos provar isso”, ratificou.

Extrapolando a cota de derrotas no certame, seis em nove partidas até o momento, o grupo de jogadores afirmou que a vitória precisa ser frequente no segundo turno. Porém, o próximo desafio dos azulinos será uma verdadeira pedreira, o atual líder Atlético-AC, que não perde há três jogos. “É vencer ou vencer. Não podemos mais vacilar, porque mais um vacilo pode ser fatal. Vamos jogar em casa agora e temos que usar disso a nosso favor. É o líder, mas é focar na vitória que, se Deus quiser, ela vem”, disse o volante Leandro Brasília.

Diretoria ainda está atrás de reforços

Após a contratação de Vacaria, o Clube do Remo ainda pode fazer mais quatro contratações para a Série C; no entanto, uma das vagas será preenchida por Geandro, que ainda não foi regularizado. Sendo assim, com prazo até o próximo dia 15, os diretores analisam, ao lado da comissão técnica, novas contratações.

Embora não tenha adiantado nada, o técnico Artur Oliveira deixou claro, em entrevista após a derrota do time no final de semana, que precisa de um zagueiro e de um meio-campo, para tentar compensar a limitação nos setores. De acordo com o gerente de futebol, Ari Barros, os tópicos serão debatidos internamente. “Vamos definir isso hoje (ontem) à tarde. Verificar aquilo que o Artur deseja para encerrar esse ciclo de contratações. Teríamos mais quatro vagas, mas vai ser inscrito o Geandro”, comentou.

Ainda de acordo com o cartola, a regularidade já não interessa mais à equipe para os compromissos futuros na Terceirona. Dessa maneira, é preciso focar em algo maior. “Chegou a hora de fazer o extraordinário. O bom, o ótimo, não serviu até o momento, então vai ter que entrar o extraordinário e mudar essa situação incômoda que nós estamos passando”, destacou.

(Matheus Miranda/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment