XODÓ

Cassiano, o artilheiro que a Fiel precisava!

POSTADO EM: Quinta-Feira, 17/05/2018, 08:24:46
ATUALIZADO EM: 17/05/2018, 08:34:05

zoom_out_map
Fernando Torres/Paysandu

Em cinco anos de disputa da Copa Verde, cuja primeira edição ocorreu em 2014, nenhum outro jogador conseguiu marcar mais gols no torneio do que o gaúcho Cassiano, de 28 anos. O atacante, que diz viver a melhor fase de sua carreira, iniciada no São José-RS, balançou a rede dos adversários por 9 vezes na competição. Até então, o maior goleador da competição era Índio, que, em 2015, anotou 8 gols atuando pelo Cuiabá-MT. Com os gols marcados na CV e mais os feitos no Estadual (5) e Série B, até aqui (2), em 23 partidas disputadas, Cassiano é o maior goleador do Papão na temporada, com um total de 16 bolas na rede.

Com tanta eficiência do novo “matador”, não demorou para a Fiel esquecer Bergson, que no ano passado ocupou o mesmo posto, mas que acabou se transferindo para o Atlético-PR. Cassiano ganhou até o apelido de Cassigol. E tudo isso com o atleta assegurando que a artilharia nunca foi o seu principal objetivo. “Desde que cheguei aqui sempre disse que o meu foco não é ser o artilheiro, mas sim ajudar o Paysandu a alcançar os seus objetivos”, diz “Fazer gol é bom, mas não adianta nada eu fazer gol e a equipe perder e não atingir o seu objetivo”, argumenta.

O atacante chegou, conforme revelou recentemente, a abdicar da camisa 9 justamente para não carregar nos ombros a obrigação de ser o goleador do time. “Como tinha a 39 eu disse ‘pode ser ela mesmo’. Graças a Deus está dando sorte”, festeja. Mas, por mais que tente se desvincular da obrigação, até mesmo entre seus companheiros de clube e do mesmo setor, o ataque, Cassiano é reconhecido como artilheiro. “O Paysandu vai jogar, então uma coisa é certa: tem gol do Cassiano”, diz o atacante Moisés. E assim, também, sempre espera a Fiel, de quem o goleador em tão pouco tempo se transformou em um verdadeiro xodó.

(Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment