SÉRIE B

Final: Oeste-SP 1 x 3 Paysandu

POSTADO EM: Sábado, 12/08/2017, 08:44:46
ATUALIZADO EM: 12/08/2017, 21:02:57

LANCE A LANCE:

FICHA TÉCNICA:

OESTE: Rodolfo; Rodrigo Sam (Henrique), Joílson, Leandro Amaro e Guilherme (Raphael Luz); Lídio, Velicka (Alexandro) e Mazinho; Danielzinho, Gabriel Vasconcelos e Robert

PAYSANDU: Emerson; Lucas Taylor, Fernando Lombardi, Gualberto e Perí; Nando Carandina, Augusto Recife (Rodrigo Andrade), Renato Augusto e Rodrigo (Magno); Bergson (Diego Ivo) e Marcão

ESTÁDIO: Arena Barueri, São Paulo (SP)

ÁRBITRO: Nielson Nogueira Dias

AUXILIARES: Francisco Chaves Bezerra Junior e Ricardo Bezerra Chianca

 

PRÉ-JOGO:

Turno novo, vida nova. Foi com esse pensamento que o técnico Marquinhos Santos e os jogadores do Paysandu viajaram, ontem, para São Paulo, onde o time estreia, hoje, às 19h, no returno da Série B do Brasileiro, enfrentando o Oeste-SP, um osso duro de roer, na Arena Barueri. A equipe paulista não perde em casa há nove partidas. O Papão tem 19 partidas, num total de, no mínimo, 1.710 minutos para apagar a pífia campanha feita pelo time na primeira fase do campeonato, na qual terminou na 15ª colocação, com 23 pontos, bem longe do almejado G4.

 Embora a zona de classificação siga sendo o principal objetivo dos bicolores, neste momento, levando em consideração as dificuldades atuais, o primeiro objetivo é se afastar da zona da morte, onde estão as últimas quatro equipes da disputa. Marquinhos e seus comandados esperam retornar a Belém respirando mais aliviados, o que só será possível com a equipe somando 26 pontos.

 Vencer como visitante não chega a ser algo impossível para os bicolores, visto que o Papão já derrotou, nesta condição, o América-MG, que também estava invicto em seus domínios, como o Oeste agora, Vila Nova-GO e Santa Cruz-PE. Juntando a empates - três - também conseguidos lá fora, fazem com que o Paysandu cumpra a sua melhor campanha como visitante em toda a história de sua participação na Série B.

 Se fora de Belém o time tem surpreendido, em casa, onde teoricamente teria a obrigação de vencer, o Papão tem decepcionado sua torcida, aproveitamento (44,4%) que Marquinhos espera ver superado na sequência do campeonato. Mas, neste momento, o objetivo é desbancar o Oeste e, só depois, voltar às atenções para o confronto de volta, contra o Paraná-PR, no sábado (19), até aqui marcado para o Mangueirão.

Oeste tem planos audaciosos na Série B

Time surpresa do primeiro turno do campeonato, o Oeste-SP recebe o Paysandu, hoje, em Barueri, disposto a continuar sendo a sensação da Série B do Brasileiro. A equipe do interior paulista não abre mão de somar, logo de cara, mais três pontos na estreia no returno da disputa e, assim, se aproximar mais do cobiçado G4. E empolgação é o que não falta ao time do técnico Roberto Cavalo, que está invicto jogando em casa há nove partidas – cinco vitórias e quatro empates.

A motivação do Rubrão, como é apelidado o Oeste, vai além da invejável invencibilidade. Em sua despedida do turno, a equipe fez do Goiás-GO sua vítima, derrotando o adversário dentro de Goiânia. Entre os jogadores, o objetivo é chegar ao G4 e de lá não sair mais até a 38ª rodada, quando a competição estará encerrada.

A meta oestiana, claro, passa por uma vitória sobre o Papão. “Pouca gente acreditava que a gente podia bater o Goiás lá, mas conseguimos. Agora é buscar pontos em casa. Temos tudo para fazer um segundo turno ainda melhor e buscar o G4 da Série B”, afirmou o atacante Henrique.

(Nildo Lima/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment