zoom_out_map
(Foto: Fernando Araújo)

Esquema tático é alterado no Clube do Remo - Brasil |

Quinta-Feira, 18/05/2017, 09:16:31 - Atualizado em 18/05/2017, 11:30:31

O treinador Josué Teixeira resolveu mudar o esquema tático da equipe do Clube do Remo para o jogo contra o Asa-AL. O comandante azulino trabalhou o time titular no 3-5-2, na última movimentação antes da viagem para Arapiraca. Apesar desta modificação, a onzena que vai a campo deve ser a mesma que atuou na última partida, apenas tendo a saída de Danilinho, que vai reforçar a parte muscular, dando a vaga para Gerson, que entra na lateral-esquerda.

Veja as imagens

A questão física, por sinal, é um dos motivos que fez com que o treinador Josué Teixeira optasse pela mudança no esquema tático da equipe. “Eu não gosto muito de fazer isso. Eu prefiro ter uma definição de equipe e mantê-la Só que agora é questão física.”, afirma. “Não posso botar uma equipe no que eu imagino ser melhor para mim, mas sim, o que seja melhor para o grupo. Que seriam essas mudanças, com jogadores com um pouco mais de qualidade física”, ressalta.

Josué destaca que é preciso ir com o time bem fisicamente para que o Remo retorne de Alagoas com um bom resultado, permanecendo, assim, na zona de classificação para a segunda fase. Para o confronto com o Asa, o treinador remista ainda tem uma dúvida que ele vai decidir nos próximos dias. Rony e Tsunami brigam pela vaga de titular, com vantagem para o garoto da base. “Eu posso ter o Rony e o Mikael por dentro do campo. Jogadores de velocidade, com boa dinâmica e estão com boas condições físicas. Com o Tsunami ganhamos um pouco mais de consistência defensiva.”, comenta. “Temos, a princípio, a ideia de colocar o Tsunami. Porque o Gerson também sabe jogar pelo meio. Podemos ajustar isso durante o jogo, além disso o Gerson vem de competição e não vai sentir o rendimento”, completa Josué.

Diretoria trabalhando para evitar desgastes

Quem mora na região Norte sabe como é difícil fazer as viagens de avião, principalmente pela logística das companhias aéreas. No Remo, não tem sido diferente. O Leão vai fazer várias viagens durante a Série C pela madrugada, perdendo sono e, logicamente, horas de descanso. Desta forma, a diretoria azulina resolveu agir para tentar diminuir os prejuízos deste desgaste. Segundo o treinador Josué Teixeira, há um desgaste por perder a noite de sono, o que atrapalha bastante na recuperação dos jogadores. Porém, ele conta que houve um trabalho dos dirigentes para que o Remo conseguisse recarregar as baterias antes dos jogos. “Vamos viajar dois dias antes. É um diferencial. Vamos viajar 6h da manhã, mas vamos chegar em Maceió-AL, 13h. Dá para almoçar, descansar e treinar”, afirma.

O comandante comenta que por causa destas mudanças os azulinos vão ter um ganho muito grande, que é um descanso providencial. “Se viajássemos na sexta-feira, para ter 30min de descansou, iríamos sofrer. A CBF não paga, quem paga é a direção. Legal ver este cuidado na preparação”, comenta. “A volta ainda é pior. Passaremos a madrugadas em dormir. Mas pelo menos, a rodada da Série C nos permite descansar bem”, encerra.

(Café Pinheiro/Diário do Pará)


COMENTÁRIOS mode_comment

CONTINUE LENDO keyboard_arrow_down
CONTINUAR LENDO keyboard_arrow_down