zoom_out_map
(Foto: Divulgação)

Cuca elogia Inter e valoriza vantagem do empate por vaga nas quartas

Quinta-Feira, 18/05/2017, 01:25:02 - Atualizado em 18/05/2017, 01:25:02

Em sua estreia na Copa do Brasil, o Palmeiras venceu o Inter por 1 a 0, resultado que permite jogar por um empate para avançar às quartas de final da Copa do Brasil. Após a partida disputada no Palestra Itália, o técnico Cuca elogiou o adversário e tratou de valorizar a vantagem alcançada por sua equipe.

“Dentro dos critérios da Copa do Brasil, é indiscutível que, ganhando em casa sem tomar gols, levamos uma vantagem. Mas isso não nos deixa cômodos. Pelo contrário. Poderíamos ter feito mais um gol, mas também poderíamos ter sofrido um”, reconheceu Cuca, preocupado com a vulnerabilidade de seu time nas bolas paradas.

Rebaixado à Série B do Campeonato Brasileiro, o Internacional endureceu o jogo diante do Palmeiras, atual campeão nacional. O goleiro Fernando Prass tomou uma bola na trave e precisou trabalhar duro na primeira partida pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

“O Inter não é um time qualquer e jogaria a primeira divisão de igual para igual. No ano passado, viveu um momento ruim e caiu, mas é forte e organizado. Tem postura, marcação, saída e velocidade. Jogamos contra uma boa equipe e vencemos. Isso que é importante”, resumiu Cuca.

Ameaçado pelo Inter durante o segundo tempo, o técnico armou o Palmeiras para o contra-ataque. Nos acréscimos, Dudu teve a chance de aumentar o placar, mas resolveu não tocar para Erik e chutou para defensa do goleiro Daniel. Ao comentar o lance, Cuca absolveu o capitão.

“O Dudu fez a escolha certa, porque o zagueiro foi inteligente e não deu chance de passe. Se o Dudu forçasse o passe, ele tiraria. Por isso, o Dudu passou da marca do pênalti para bater e, por um detalhe, não conseguiu tirar do goleiro”, analisou o treinador.

Para Cuca, a queda do Palmeiras durante o segundo foi consequência do desgaste dos atletas que participaram do confronto com o Vasco, disputado no domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Por isso, ele planeja escalar um time alternativo para enfrentar a Chapecoense às 19 horas (de Brasília) de sábado, na Arena Condá.

Fonte: Gazeta Esportiva


COMENTÁRIOS mode_comment

CONTINUE LENDO keyboard_arrow_down
CONTINUAR LENDO keyboard_arrow_down