zoom_out_map
(Foto: Arquivo DOL)

Coronel Nunes passa mal e é internado

Quarta-Feira, 09/11/2016, 19:36:39 - Atualizado em 09/11/2016, 19:36:39

Primeiro na linha de sucessão da CBF, o paraense Antônio Carlos Nunes, 78, foi internado às pressas nesta quarta (9) em Belo Horizonte.

Ele passou mal no hotel da seleção logo após o café da manhã. O médico da seleção, Rodrigo Lasmar, foi chamado ao quarto para fazer o primeiro atendimento no cartola, que se sentia tonto.

Ao deixar o hotel da seleção, o vice-presidente da CBF estava com a pressão baixa, quase 8 por 6.

No hospital, ele foi levado para a emergência da unidade.

O hospital não divulga o estado de saúde do cartola,. Diabético, vai ficar em observação neste noite e será reavaliado na quinta-feira.

O paraense de 78 anos está em Belo Horizonte para acompanhar o jogo da seleção contra a Argentina, nesta quinta (10), no Mineirão.

Presidente há duas décadas da Federação Paraense de Futebol, Nunes é coronel aposentado da Polícia Militar local ganhou destaque em dezembro do ano passado quando assumiu o comando da CBF após Marco Polo del Nero se licenciar do cargo.

Na ocasião, o presidente da CBF foi acusado pelo FBI de ser um dos beneficiários de um esquema de recebimento de propina na venda de direitos de torneios no país e no exterior.

Antes de se afastar, Del Nero articulou a eleição de Nunes como novo vice para evitar ser substituído pelo opositor Delfim Peixoto, 76,

Pelo estatuto, o vice mais velho assume o poder em caso de renúncia do presidente da entidade. A eleição é contestada por Peixoto na Justiça.

O paraense ocupou a vaga do representante da região sudeste, que era de José Maria Marin, preso no exterior há mais de um ano acusado de corrupção.

Em abril, Del Nero reassumiu o cargo, mas Nunes continuou figura frequente na CBF. Ele faz questão de viajar com a seleção pelo mundo.

(FolhaPress)

COMENTÁRIOS mode_comment

CONTINUAR LENDO keyboard_arrow_down