DRAMA PESSOAL

Global da série 'Antônia' reaparece após viver na rua e TV Record paga tratamento

POSTADO EM: Quarta-Feira, 13/03/2019, 09:36:37
ATUALIZADO EM: 13/03/2019, 09:36:37

zoom_out_map
Divulgação

A atriz e cantora Quelynah, de 37 anos, falou pela primeira vez após ser dada como desaparecida pela mãe, Cleusa Simão. A artista, que estreou o filme e série "Antônia", na Globo, e participou da oitava edição do reality show "A Fazenda", na Record, explicou no "Balanço Geral" de hoje que decidiu sair de casa e morar na rua por problemas da mãe com o ex-namorado.

"Minha mãe teve problemas com o ex dela. Fui nessa relação, desde o início, para poder cuidar dela, com ciúmes mesmo, como filha mais velha. 'Quem é esse homem que está entrando na nossa casa?'. Fui mesmo com ciúmes. Descobri com o tempo que havia uma mentira. Fui com ciúmes e havia outra estratégia. O homem era ruim", justificou Quelynah, que ainda revelou outro motivo para o sumiço.

"Descobri outro problema de família, antigo. Minha mãe tem alguns probleminhas como mulher mesmo, coisa de nascença. Um sumiço gera polêmicas e pode queimar meu nome", afirmou a cantora. Ela negou ter desaparecido e disse manter contato direto com a mãe enquanto vivia nas ruas.

"Primeiro, deixo claro que não desapareci. Eu estava em contato com minha mãe pelo celular. Menti para ela não me encontrar. Menti que eu estava em um centro de acolhimento para que ela não me encontrasse. Mas eu estava em contato com ela, dizia que eu estava bem. O correto era ela ter ligado para mim ou falado comigo no celular", contou.

Quelynah ganhou do programa da Record um tratamento em uma clínica de reabilitação para dependentes químicos localizada em Sumaré, interior de São Paulo.

"É difícil até de falar e provar, mas não vou entregar minha mãe. Preservo a integridade dela e o probleminha que ela tem", disse Quelynah, às lágrimas. Gottino a interrompeu: "Esquece um pouquinho a sua mãe". A cantora rebateu: "Mas isso faz parte da história, não tem como não dizer. Licença mesmo". Ela agradeceu à emissora, implorou por ajuda e pediu emprego ao vivo.

"Depois da clínica, não terei para onde ir. Preciso de ajuda de quem estiver assistindo, de emprego, para onde ir. Preciso de emprego mesmo. Uma chance até de cantar, porque eu estou aqui, eu existo", falou.

(Com informações de UOL)

LEIA TAMBÉM



COMENTÁRIOS mode_comment