VALORES

BBB18: saiba quanto custaria para Kaysar tirar a família da Síria

POSTADO EM: Domingo, 15/04/2018, 12:02:49
ATUALIZADO EM: 15/04/2018, 12:08:39

zoom_out_map
Divulgação

Depois do empate da prova de resistência entre Kaysar e Ana Clara, que durou quase 43h e foi preciso ser paralisada pela própria produção, chegou o momento na noite deste sábado (14) para os dois candidatos decidirem entre si a tão desejada imunidade. Kaysar abriu mão desse bem e entregou para Família Lima (Ana Clara e Ayrton), o que rendeu elogios, mas principalmente críticas após essa decisão.

Internautas alegaram um suposto vitimismo por parte do sírio, que desde o início da edição do Big Brother Brasil 2018 tem dito que quer ganhar o prêmio de R$ 1,5 milhões com o objetivo de trazer os pais da Síria, que vive uma guerra civil há anos. O sírio já conseguiu dois carros zero após ganhar duas provas, essa da imunidade contra Ana Clara e a do líder contra Jéssica.

Mas quanto custaria a vinda da família de Kaysar ao Brasil? De acordo com a reportagem do Caras, assumindo que os pais dele saiam de Alepo (Síria) e atravessem a fronteira para a Turquia, eles poderiam pegar um avião na cidade turca de Gaziantep (125km de Alepo), fazer escala em Istambul e chegar a São Paulo (Brasil) em 20h de viagem.

A reportagem expõe também valores de viagens, a exemplo da empresa Turkish Airlines que anuncia o preço da passagem a U$ 1.256 (R$ 4.270) por pessoa. Somando os preços dos carros e pagando as passagens (R$ 8.540), ainda sobraria cerca de R$ 131.460, o suficiente para começar a reconstruir a vida dele e da família no Brasil.

No entanto não é uma questão apenas de dinheiro, uma vez que a imigração dos pais da Síria, em meio à uma guerra civil, fica complicadíssima até mesmo para tirar a documentação necessária para a viagem - assumindo que eles não a tenham.

O Brasil abriu fronteiras para os sírios através do Programa de Visto Humanitário em 2017. Desde aquela época até junho do ano passado, 3.772 sírios solicitaram refúgio no país, e 100% dos pedidos foram aceitos.

Eles desembarcam no aeroporto brasileiro, procuram a base da Polícia Federal e pedem asilo. É necessário obter um protocolo, uma autorização de trabalho e um documento de identificação nacional; assim recebem o status legal e proteção.

(Com informações do Caras)



COMENTÁRIOS mode_comment