DO ALTAR AO SAMBA

Thiaguinho revela que queria ser padre

POSTADO EM: Segunda-Feira, 11/12/2017, 09:35:05
ATUALIZADO EM: 11/12/2017, 09:35:05

zoom_out_map
Divulgação

Em alta na vida pessoal e profissional, o cantor Thiaguinho, 34, relembra do passado e dos preconceitos que já sofreu e de como buscou na fé e nas lições dos pais inspiração para superar os obstáculos. “Meus pais sempre me falaram que eu não era melhor ou pior que ninguém por ser negro. Sempre fui preparado para entender que o mundo não era tão simples e que para a gente as dificuldades eram ainda maiores. Por isso, sempre enfrentei tudo e me esforcei para ser o melhor no que fazia”, afirmou Thiaguinho em entrevista à revista “Quem Acontece”.

Nascido em Presidente Prudente, interior paulista, o músico contou que descobriu sua vocação para música na igreja e que teve vontade de ser padre aos 12 e 13 anos, mas o desejo não foi adiante. “Já cantava na igreja e tinha pegado o gosto em fazer música e cantar para as pessoas. Foi então que me apaixonei pelo cavaquinho e desisti da ideia”, contou.

Recentemente, Thiaguinho lançou o álbum “Só Vem”. O disco tem um tom intimista com 21 canções inéditas, cheias de alegria, e traz na capa uma foto sua aos cinco anos feita pela mãe, Gloria. O cantor também afirmou que é responsável por administrar sua própria carreira e que quer investir mais no lado empresarial. “Quero ajudar talentos a ter o espaço que eu tive”, afirmou o músico, que é empresário do grupo Atitude 67, de Mato Grosso do Sul.

Thiaguinho é casado com a atriz e apresentadora Fernanda Souza desde 2015. “Sempre que podemos estamos juntos. Tento aplicar o exemplo que tive com os meus pais no meu casamento. Eles estão há 36 anos juntos. Essa é a minha maior herança”, diz. 

Fernanda se derrete pelo cantor. “Tem a alma vestida de bons valores, caráter, hombridade e humildade”, afirmou em discurso na entrega do prêmio “Homem do Ano - Categoria Estilo” da revista GQ, que Thiaguinho venceu em 2017.

(Folhapress)



COMENTÁRIOS mode_comment