CELEBRIDADES

Justiça determina que Naldo se afaste de Ellen Cardoso

POSTADO EM: Quarta-Feira, 06/12/2017, 20:00:06
ATUALIZADO EM: 06/12/2017, 20:00:06

zoom_out_map
Divulgação

A Justiça determinou, na terça-feira (5/12), de acordo com as medidas protetivas que foram solicitadas por Ellen Cardoso, que Naldo Benny fique afastado da esposa, dos familiares e das testemunhas do caso relacionado à agressão feita pelo cantor à esposa.

A juíza Ana Paula Delduque Migueis Laviola de Freitas, do 3º Juizado de Violência Doméstica de Jacarepaguá, decretou que o artista mantenha distância mínima de 100 metros das pessoas citadas, além de ter sido proibido de manter contato com Ellen, mesmo que pelas redes sociais. Todas as medidas se baseiam na “Lei Maria da Penha”.

Também na terça-feira (5), a juíza aceitou denúncia do Ministério Público estadual contra o artista pelos crimes de ameaça e lesão corporal devido à violência doméstica. Ellen Cardoso acusou o marido de tê-la agredido com tapas e socos depois de uma discussão no sábado (2). Por isso, o cantor foi afastado do “lar conjugal ou domicílio de convivência”, embora possa visitar a filha, de 3 anos.

Nesta quarta-feira (6), Naldo foi preso após um mandado de busca e apreensão. Na casa dele foi encontrada uma pistola calibre 7,65 sem registro e munição. A denúncia foi feita pela própria Ellen, que, no sábado mesmo, passou por exame de corpo de delito e pediu as medidas protetivas. Em depoimento, a musa afirmou que essa não foi a primeira vez que Naldo a agrediu. O funkeiro pagou fiança e foi liberado da cadeia.

“É imperioso destacar que, em crimes envolvendo violência doméstica e familiar contra mulher, assume especial relevo a palavra da ofendida, em razão de tais infrações serem comumente praticadas na esfera da convivência íntima e em situação de vulnerabilidade, sem que sejam presenciadas por outras pessoas”, concluiu a juíza Ana Paula Delduque.

Fonte: Metropoles



COMENTÁRIOS mode_comment