NA INTERNET

Leona Vingativa faz sua versão de clássico natalino de Mariah Carey

POSTADO EM: Domingo, 23/12/2018, 10:32:48
ATUALIZADO EM: 23/12/2018, 10:32:48

zoom_out_map
Reprodução

1994. Um sino natalino toca ao fundo. Uma mão em detalhe ajeita um efeite numa árvore de Natal toda iluminada. Surge Mariah Carey, sorriso meigo, de gorro de Papai Noel, cantando esfuziante o hoje clássico “All I Want For Christmas”. 2018. Uma batida de tecnobrega. Roupas espalhadas pelo chão e uma Leona Vingativa deitada ao lado de um boy magia canta (nenhuma preocupação com rima ou afinação) em dúvida de como a balada de Natal terminou ali. 

O conto de Natal de Leona, lançado no YouTube há algumas semanas, traz um humor natural, ácido e sem filtro. E em vez de uma Mariah Carey que corre na neve e afaga renas, Leona adentra uma festa e brinca com símbolos natalinos sem a menor cerimônia. Desfila com um peru numa bandeja e ostenta uma guirlanda “pronta pra festa” entre homens com olhares pidões. 

Com mais de 82 mil visualizações e nove mil curtidas no canal dela até a última sexta-feira, as referências pop do clipe não param aí. Estão, por exemplo, nas amigas de Leona, vestidas de Mamãe Noel sexies, assim como na cena de “Meninas Malvadas” (2003). “Como artista quero levar humor, alegria e quebrar todo tipo de preconceito. Estamos em pleno século 21 e essa história de preconceito é uma babaquice. Nós vivemos num país maravilhoso e tem que ter igualdade para todos”, diz Leona, em entrevista à repórter Aline Rodrigues, sobre a nova produção, idealizada por Luiz Vilhena, que fez do projeto o seu TCC de Publicidade e Propaganda.

Vilhena divide a direção e a produção com Amaro Marques, e conta com a edição de Jonas Júnior. No vídeo, Leona aparece se preparando para curtir a balada do Natal, mas após a farra e conquistar um boy magia, não esquece de se prevenir na hora da relação sexual. “Tem humor, mas também sempre quero passar uma mensagem positiva”, diz ela. “A letra é da [produtora paraense] Platô, mas é quase como se fosse minha mesmo. Eles precisavam de alguém que colocasse a voz e fosse a protagonista. Teve participação de Lupita Maravilha, Gessycka Gino e Diego Sanchez”, conta.

Crônicas de Belém

“Um Conto de Natal” é o sexto vídeo lançado por Leona em seu canal do Youtube, que soma mais de 5 milhões de visualizações. Como esquecer, por exemplo, da versão para o hit da Copa do Mundo de 2014, “Todo Mundo”, cantado pela conterrânea Gaby Amarantos, que virou “Eu Quero um Boy”, com o bordão “bora frescá”?

E é assim que Leona é. Como quando recria “Sua Cara”, sucesso de Major Lazer com participação de Anitta e Pabllo Vittar com um suntuoso clipe gravado no deserto do Saara, e a transforma em “Lixo na Sua Cara”, para, chique e poderosa num maiô paetizado, rolar literalmente no meio do lixo e nas águas empossadas da periferia de Belém, cantando, “plena de maldade”, “estamos aqui falando dos porcos, dos bacanas e dos imundos”, e avisando a geral: “eu vou jogar lixo na sua cara”.

Ou quando surge, louca e libertária, no meio do Ver-o-Peso, pendurada na traseira de um carro, sendo arrastada por um homem no meio da feira, transformando passantes em figurantes involuntários, ou rolando na grama da praça Frei Caetano Brandão enquanto uma bunda sacoleja em primeiro plano na imagem, para que o “No Meio do Pitiú” de Dona Onete vire um “Não Pode Esquecer o Guanto”, para que ela cante “Lá eu sou pop star, no meio da malandragem. Lá eu vou pra boate, vou pro Reduto e pra aparelhagem”. 

E Leona quer mais. “Depois que eu fiz uma ‘turnê’ pelo Brasil pela internet, me deu mais vontade de cantar mais e levar humor para as pessoas”, diz ela, que adianta: vem mais clipe por aí.

(Aline Monteiro/Editora do Você)



COMENTÁRIOS mode_comment