MÚSICA PARA NAZICA

Coral Pietà faz apresentação gratuita de canções inéditas inspirada na padroeira

POSTADO EM: Terça-Feira, 09/10/2018, 07:15:34
ATUALIZADO EM: 09/10/2018, 07:15:34

Vozes, sons em pura sintonia para uma homenagem emocionante à padroeira dos paraenses. A festa de Nazaré foi escolhida pelo Coral Pietà para comemorar ao aniversário de dez anos anos, com lançamento do CD “Para Maria”,  no próximo dia 12  (quinta-feira),  às 20h,  na capela do colégio Berço de Belém.

“Para Maria é o nome dado ao projeto do coral, em virtude de Nossa Senhora ser fonte inspiradora de amor e perseverança, para que o grupo possa manter sua proposta de apresentar canções que alegram os ouvidos e alimentam a alma. O lançamento do fruto do trabalho de amor à música, homenageando Maria, torna-se ainda mais significativo e emocionante, para o grupo, por ser apresentado à sociedade paraense nas vésperas de uma das maiores festas religiosas- o Círio de Nazaré”, afirma Fabricio Cruz, idealizador e regente do coral.
 
O Coral Pietà foi lançado em 2008, com nome referente à obra Pietà de Michelangelo, reconhecida como a imagem do amor e da dor materna. Atualmente, composto por 16 integrantes, 13 cantores, 2 instrumentistas e o maestro e arranjador, o coral tem influências na música sacra, em especial dos grupos italianos contemporâneos GenVerde e GenRosso, e possui um repertório que alia o clássico às produções recentes.

O coral tem em seu repertório composições de alto nível musical e, por meio da elaboração de novos arranjos, as canções mais tradicionais são transformadas em novidade, o que torna a apresentação algo exclusivo. Canções como “Nesta Rua” uma cantiga de roda muito popular; “Can You The Love Tonight” (Elton John); “Wave” (Tom Jobim); “At Your Side” (The Coors); “Leave Out All The Rest” (Linkin Park), fazem parte da história  do público do coral, em casamentos, shows públicos e festas sacras.
 
Serviço:

Coral Pietà lança o cd “Para Maria”, nesta quinta, dia 12, às 20h,  na capela do colégio Berço de Belém, na rua José Bonifácio. Entrada livre. 

(Yvana Crizanto)



COMENTÁRIOS mode_comment