PROGRAMAÇÃO

Coisas de Negro recebe Spaceadelic nesta sexta-feira

POSTADO EM: Sexta-Feira, 29/06/2018, 08:58:04
ATUALIZADO EM: 29/06/2018, 11:51:17

zoom_out_map
Divulgação

Uma criatura espacial, com sonhos muito além do espaço terreno e psicodélicos por sua dimensão, podemos chamá-lo de SPACEADELIC. É também nesse sentido que nos conectamos uns aos outros em prol de ir além.

 Nesta sexta-feira (29), haverá no Espaço Cultural Coisas de Negro, em Icoaraci, um evento colaborativo produzido pelo projeto Velho Cabanos, que ao partilhar desse conceito, reunirá em uma noite de festejo, artistas em ascendência no cenário artístico paraense.

As bandas Móbile Lunar, Dois na Janela, Chuva das Três e os jornalistas Daniel Leite, Lilian Campelo e Rogério Almeida, que lançaram o livro intitulado “Arenas Amazônicas”, estarão unidos nesta noite apresentando seus trabalhos autorais e de muito prestígio.

Artistas estes, que doaram do seu tempo e de suas artes para contribuir ativamente para a concretização deste evento, no qual, o intuito principal é arrecadar fundos para a produção do primeiro EP da banda Velhos Cabanos, assim de maneira proativa, consolidar em uma unidade projetos que dialoguem de maneira a criar, unificar e produzir para a cultura e o povo.

OS LIVROS

 Primeiro volume da coleção trata de coletivos do movimento negro, mulheres e cultura.  Arenas Amazônicas: negros, mulheres, periferia, cultura e resistências é uma obra composta por sete narrativas assinadas pelos jornalistas Rogerio Almeida, Lilian Campelo e Daniel Leite Junior. A maior parte dos textos foi publicada pelo site paulista Agência Carta Maior. O conjunto de reportagens sublinha ações coletivas de jovens e pessoas mais experientes em diferentes flancos: cultura, política, direitos humanos e cidadania.

Os textos foram produzidos quando o educador Rogerio Almeida ainda era ligado ao setor privado, e morava em Belém. Na época Almeida era vinculado à Unama, Universidade da Amazônia. A ideia em produzir a coleção soma mais de seis anos, e só agora foi possível viabilizar o primeiro volume, que contempla frações da história das professoras Zélia Amador e Hecilga Veiga e da ativista do movimento negro Nilma Bentes. 

SERVIÇO

 Onde: Espaço Cultural Coisas de Negro – Lopo de Castro, 1082 - Cruzeiro (Icoaraci), Belém – PA. (entre quinta e sexta rua de Icoaraci).

Quando: 29/06/2018

Horário: 19:00

Ingresso: R$ 10,00

(Com informações da assessoria)

 



COMENTÁRIOS mode_comment