MÚSICA

Joana Marte, Enfim Nós e Blocked Bones lançam novos trabalhos na internet

POSTADO EM: Segunda-Feira, 11/06/2018, 09:34:03
ATUALIZADO EM: 11/06/2018, 09:53:50

zoom_out_map
Fil Alencar

Parceria que dá certo: música e internet. Cada vez mais as bandas autorais usam as plataformas digitais para divulgar e lançar os seus trabalhos e, por sua vez, a internet ganha força, impulsionando a carreira de novos artistas e dando mais visibilidade para quem já está no mercado. Seguindo essa linha, as bandas paraenses Joana Marte, Enfim Nós e Blocked Bones lançaram conteúdos recentemente. Caiu na rede, não é peixe, é trabalho dos bons, de uma galera do cenário paraense com música autoral e de qualidade.

A banda Joana Marte lançou na última sexta-feira, 8, em todas as plataformas digitais de streaming, seu primeiro disco, “De Outro Lugar”. Antes, em maio, soltou na internet como aperitivo o single duplo oficial “Inimigos” e “Valsa”.

“Escolhemos essas músicas porque acreditamos que são as que mais sintetizam o que é a Joana Marte. No disco tem músicas mais agitadas e mais lentas, mas essas duas em particular mesclam bem nossas influências e conceitos para o arranjo do disco. Inclusive na letra de ‘Inimigos’ é dito o nome do disco, ‘De Outro Lugar’”, conta Léo Chaves, baixista da banda.

Ele explica também que as oito faixas do disco se relacionam entre si. “Nossa intenção é que ouvir as músicas do disco seja uma experiência, e que o ouvinte viaje e se permita imergir nas músicas”, completa ele.

Apesar de já ter circulado toda a cidade e ter feito uma miniturnê em São Paulo, este é o primeiro lançamento oficial da Joana Marte, que já foi finalistas da Seletiva Se Rasgum de 2017, com um dos shows mais aclamados pela crítica. A banda é formada por Rubens Guilhon (voz e guitarra), Bruno Azevedo (bateria), João Pedro Normando (teclados) e Leo Chaves (baixo), e tem como influências a psicodelia de grandes nomes do rock como Tame Impala e Pink Floyd, investindo na mistura da acidez dos Mutantes e o experimentalismo de nomes como Radiohead.

O disco foi produzido e gravado no estúdio caseiro de Rubens Guilhon, o principal compositor do grupo, exceto as baterias e alguns baixos, registrados no Estúdio Jungle pelo Paulo Rosa, com masterização de Kleber Chaar. “Estamos preparando um clipe de uma das músicas do disco também, que está em processo de edição”, adianta Léo Chaves, sobre o próximo passo da banda.

A banda Enfim Nós lançou em maio um disco virtual com nove faixas. (Foto: Divulgação)

Também em maio,a Blocked Bones lançou o filme “Animals. (Foto: Divulgação)

Internet para ouvir e ser visto

A Enfim Nós se define como uma banda que gosta de colocar o rock em tudo que faz. No cenário local há 5 anos com Bruno Leão (bateria), Jimmy Góes (guitarra, baixo e vocal), Karoline Farias (vocal e percussão) e Rodrigo Sardo (guitarra, baixo e vocal), o grupo lançou em maio o primeiro disco com nove faixas inéditas e autorais, gravado, mixado e masterizado no Abbey Monster Studio. O grupo pretende lançar esse primeiro trabalho de forma física em breve.

“A maior inspiração é a vida, a vivência que a gente tem. Qualquer coisa que nos toca pode ressoar no trabalho e na música em si”, diz Rodrigo Sardo sobre a inspiração da banda.

Após o lançamento nas redes, a Enfim Nós pretende fazer um show de lançamento do álbum e seguir estrada tocando dentro e fora do estado. As novidades na rede não param por aí: a banda deve lançar um site. “O principal do site é que vai ter o download do disco com o encarte, que vai ser na forma de ‘pague quanto puder’. Vai ter também os materiais para imprensa, com fotos legais”, adianta Sardo. 

BLOCKED BONES

E a banda paraense Blocked Bones lançou na internet o filme “Animals (Live)”, registrado em show no Estúdio Aurora no início de abril deste ano. O vídeo completo pode ser visualizado no YouTube do selo Urtiga, do qual a banda faz parte. 

“O show é o nosso produto principal. Então, é legal que as pessoas conheçam o que a gente faz no palco. Por isso, acho que foi interessante apostar nisso”, explica Fil Alencar, guitarrista da banda. 

Com EP e discos lançados no mercado em uma carreira de quase cinco anos cantando sentimentos pós-modernos da juventude contemporânea, letras em inglês e apenas guitarra e bateria no palco, o Blocked Bones se destaca no cenário rock de Belém e, embalado por isso, se radicou em São Paulo há um ano. Na capital paulista, a banda se encontrou em meio a um cenário criativo para a música alternativa, aumentando ainda mais seu público.

Todas essas características da banda ficam visíveis no show ao vivo com 35 minutos de duração. O vídeo passeia por algumas faixas do EP “Death Mails in Black Letters” (2013), como “A Way To Cut My Knees” e “Hounds”, e músicas que formam o “Animals”, disco produzido pelo gaúcho Iuri Freiberger e lançado em 2016. “Hey You”, “Silent Mind”, “Black Boots”, “Room 04” e “The Trees” são as faixas do disco que entraram no repertório do show, sempre com improvisações dos integrantes Fil Alencar (guitarra) e João Lemos (bateria, que assume também o vocal e a guitarra da banda Molho Negro).

Para 2018, a banda promete novas composições, shows e mais material on-line. Mas ainda estão na fase de pensar estratégias para desenvolver novos projetos. “Estamos querendo fazer uma turnê pelo Sudeste e Sul”, anuncia Fil.

(Aline Rodrigues/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment